Vinny Magalhães é nocauteado no PFL; Ronny Markes vence, mas não leva pontos

A primeira rodada da temporada dos meio-pesados (93 kg) e pesados do PFL foi agridoce para os brasileiros. Na luta principal, Vinny Magalhães não conseguiu fazer valer o favoritismo e foi nocauteado por Emiliano Sordi, enquanto dois outros lutadores nacionais venceram, mas só um levou pontos para o torneio.

Vinny, meio-pesado especialista em jiu-jitsu, teve muita dificuldade com a trocação de Sordi, argentino que fez grande parte da carreira no Brasil. Emiliano conseguiu um knockdown ainda no primeiro round e foi também minando o ‘gás’ do brasileiro. No segundo assalto, tamanha era a superioridade que o árbitro Dan Miragliotta encerrou o confronto em pé (veja abaixo ou clique aqui).

Na mesma categoria, Ronny Markes nocauteou Sigi Pesaleli no segundo round. Contra o mais jovem atleta da divisão, o ex-UFC chegou a ser abalado por uma combinação e, pouco depois, ser derrubado pelo adversário. Usando de sua maior bagagem no jiu-jitsu, porém, o potiguar conseguiu a montada, pegou as costas de Sigi e bateu até que o árbitro encerrasse o duelo (veja abaixo ou clique aqui). Apesar da vitória, Markes não ganhou nenhum ponto para o campeonato. Isso porque, no dia anterior, o brasileiro estourou em 3 kg o limite da categoria dos meio-pesados — uma situação que é recorrente em sua carreira.

No card preliminar, Francimar ‘Bodão’ derrotou Alex Nicholson por decisão dividida, garantindo três pontos na primeira fase da temporada dos pesados. Ainda na categoria, chamou a atenção o nocaute do russo Denis Goltsov sobre o ex-UFC Jared Rosholt (veja abaixo ou clique aqui).