Vicente Luque lidera lista de brasileiros mais bem pagos do UFC Phoenix

O brasileiro fez um combate cheio de reviravoltas no UFC Phoenix – Marcel Alcântara

Vicente Luque não tem do que reclamar quando o assunto é UFC Phoenix. Além de vencer um emocionante combate nos últimos segundos contra Bryan Barberena, o meio-médio (77 kg) foi o brasileiro mais bem pago do evento. ‘O Assassino Silencioso’, como é conhecido, embolsou 82 mil dólares (cerca de R$ 303 mil).

Mas o saldo positivo do brasiliense não para por aí. Como se não bastasse, Vicente levou o bônus de 50 mil dólares (cerca de R$ 185 mil) para casa por conta do prêmio de Luta do Noite do show. Com isso, o atleta recebeu quase meio milhão (R$ 488 mil) ao todo. Quantia essa que veio em boa hora, já que Luque se casará em menos de um mês.

Em situação completamente inversa se encontra Renan ‘Barão’. Ex-campeão do Ultimate, o atleta, além de perder a quarta luta seguida, foi o brasileiro com o menor pagamento do card. Apesar de já ter sido dono da categoria dos galos (61 kg), o lutador da ‘American Top Team’ recebeu uma bolsa de 53 mil dólares (cerca de R$ 196 mil).

Além do modesto valor – se comparado aos maiores pagamentos do evento -, Barão teve 20% de sua bolsa descontada pois, novamente, o brasileiro não conseguiu vencer a balança e bater o limite da divisão. A soma de resultados negativos dentro e fora dos octógonos apontam para um possível fim de vínculo de Renan com o UFC.

Enquanto a caminhada de Barão no Ultimate pode estar próxima do fim, a de outro brasileiro está apenas começando. E ele é nada menos que Kron Gracie, representante da família mais tradicional do jiu-jitsu que estreou na liga com vitória e bônus de Performance da Noite. E a noite de gala foi coroada com a premiação total de 102 mil dólares (cerca de R$ 377 mil).

Como já era de se esperar, os maiores pagamentos do evento em Phoenix ficaram por conta dos protagonistas da luta principal da noite. Apesar da derrota, Cain Velasquez embolsou 450 mil dólares (cerca de R$ 1,66 milhão). Já Francis Ngannou levou para a casa a quantia de R$ 220 mil dólares (cerca de R$ 814 mil).