Vaiada, Ronda Rousey invade ringue para garantir duelo contra arquirrival na WWE

Realizada nesse domingo (10), a edição ‘Fastlane’ da WWE contou com uma reviravolta protagonizada por Ronda Rousey. Se nos últimos dias a ex-campeã peso-galo (61 kg) do UFC virou notícia por declarar guerra à empresa promotora de eventos de telecatch, desta vez a judoca apareceu nos instantes finais de uma luta e causou uma confusão a ponto de irritar os fãs presentes no ginásio.

Depois de um duelo equilibrado em que Charlotte Flair e Becky Lynch definiam as vagas finais para a disputa de título no show Westlemania, programado para o dia 7 de abril, a atual campeã Ronda invadiu o ringue e agrediu Becky, sua arquirrival na organização. Desta forma, a própria Becky foi favorecida pelas regras do torneio e, ao ver a oponente ser desclassificada, acabou apontada como vencedora.

Vaiada pela plateia, Ronda, que deixou de lado toda a aprovação e visibilidade conquistadas desde sua entrada no evento, teria premeditado tal ação para garantir que sua rival ganhasse automaticamente uma vaga no Westlemania, maior show do ano da empresa. Assim, a judoca colocará seu cinturão em jogo não apenas contra Lynch, mas também contra a derrotada Charlotte Flair, que já estava previamente classificada para o show.

A ‘luta tripla’ marcará a segunda apresentação de Ronda no maior card do ano da WWE. No entanto, se em 2018 sua relação com os fãs era a melhor possível, desta vez a ex-campeã do UFC parece vestir a personagem de vilã, uma vez que começou a atacar publicamente a própria empresa. E se as vaias foram o primeiro sinal desta nova fase, a expectativa agora é sobre o resultado de sua próxima aparição no ringue, quando colocará não apenas o cinturão em jogo, mas também sua invencibilidade na organização.