UFC nega pedido de empresário de Edson Barboza para reverter resultado contra Felder

O revés sofrido para Felder foi o segundo seguido do brasileiro no Ultimate – Diego Ribas

Edson Barboza e Paul Felder protagonizaram uma verdadeira batalha em setembro, no UFC 241. No entanto, a luta emocionante logo ficou em segundo plano após o anúncio do resultado oficial. A vitória do americano por decisão dividida gerou polêmica e revolta por parte da equipe do brasileiro. Seu empresário, Alex Davis, inclusive tentou reverter a decisão a favor de seu atleta, mas sem sucesso.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o representante de Edson revelou que o Ultimate negou o pedido e não reverterá o resultado do confronto sediado em Abu Dhabi. Com isso, restou a Davis tentar realizar uma terceira luta entre Barboza e Felder. De acordo com o empresário, o atleta americano estaria de acordo com a trilogia.

“Paul Felder está disposto a fazer isso (trilogia). Conversarei com o Sean Shelby nesta semana. O Edson quer essa luta com o Felder, mas não sabemos ainda se ela vai acontecer. Temos um respeito tremendo pelo Paul Felder. Ele acha que ganhou, e é bem coerente. Mas ele concorda conosco que os placares foram absurdos. É absurdo um juiz dar 30-27 para um lutador e outro juiz pontuar 30-27 para o outro”, declarou Alex, antes de revelar o motivo do apelo ao Ultimate.

“Vou apelar sempre que acontecer um erro, não porque ache que vá ganhar (a causa), mas para enfrentar e melhorar isso. Um erro acontece, todos esquecem em questão de dias e a vida continua. Não podemos deixar isso acontecer”, completou o empresário.

Recentemente Alex entrou com outro pedido para alterar um resultado do Ultimate. Empresário de Dhiego Lima, Davis não concordou com o triunfo de seu atleta por decisão dividida. E por isso, o representante do meio-médio (77 kg) brasileiro vai tentar transformar a decisão dos juízes em um triunfo unânime.