Dana White ainda não abriu mão de realizar o card do dia 18 de abril – Diego Ribas

Apesar da polêmica envolvida nesta negociação, o UFC tentou até o último momento manter seu cronograma para ser a única liga esportiva capaz de promover eventos em meio à pandemia global de coronavírus. Para tal, a última cartada da empresa foi transferir o card deste sábado (21), que seria realizado originalmente em Londres (ING), para uma reserva indígena nos EUA, conforme revelou uma fonte próxima ao evento para a reportagem da Ag. Fight. Nada feito!

Estas áreas terrestres administradas por comunidades indígenas respondem apenas ao Departamento do Interior dos Estados Unidos, órgão que cuida de parques e reservas naturais. Ou seja, sem legislação ou normas sobre eventos esportivos e longe dos vetos das comissões atléticas. No entanto, as autoridades locais aderiram às medidas de prevenção recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo governo americano.

De acordo com um email enviado pelo próprio UFC aos seus funcionários, que foi publicado em primeira mão pelo site ‘MMA Junkie’, as três próximas edições foram canceladas: dia 21 de março, 28 de março e 11 de abril. Curiosamente, nada foi dito em relação so show do dia 18 de abril, data em que o card programado para o bairro do Brooklyn, em Nova York (EUA), receberia Khabib Nurmagomedov vs Tony Ferguson. Espera-se que até lá uma outa locação possa ser encontrada e que a propagação do vírus esteja sob controle.