UFC confirma duelo entre José Aldo e Alexander Volkanovski no Rio de Janeiro

O UFC anunciou nesta sexta-feira (8) que José Aldo vai enfrentar Alexander Volkanovski no dia 11 de maio, no Rio de Janeiro. Por intermédio de seu empresário e treinador, Dedé Pederneiras, o ex-campeão dos penas (66 kg) havia manifestado interesse em lutar contra o australiano, e teve seu pedido atendido para o UFC 237.

Segundo Dedé revelou em fevereiro, a solicitação por Volkanovski tinha o objetivo de, em caso de vitória, deixar o Ultimate sem opções senão dar um ‘title shot’ a Aldo. O brasileiro tem reiterado seu desejo de encerrar a carreira no fim de 2019, quando deve fazer a última luta de seu contrato com a organização. De acordo com o treinador, se o ‘Campeão do Povo’ vencer, todos os outros possíveis desafiantes estariam eliminados do caminho para o cinturão.

“A gente queria que ele lutasse com o Alexander Volkanovski, o cara que nocauteou o Chad Mendes, o cara que é o mais bem ranqueado. Na verdade é o seguinte: a gente tem um sonho de disputar o título, o que é difícil. Então a gente tem o sonho de na nossa última luta chegar lá. Só existem duas possibilidades: o Max Holloway subir de categoria e deixar o cinturão vago, e o Aldo seria o postulante ao título, até pela história que ele tem e por ser o primeiro do ranking, ou a gente eliminar todos os contenders. O (Renato) ‘Moicano’ (vencido por Aldo no UFC Fortaleza, em fevereiro) era o primeiro contender, na nossa cabeça, e o segundo seria o Alexander Volkanovski, que é o quarto do ranking agora. O Frankie Edgar eu não acredito que eles não deem pelo título, até por ter perdido para o Aldo. Então, o cara que na nossa cabeça seria o próximo desafiante ao título seria o Alexander agora”, afirmou à época ao programa ‘Confraria da Porrada’.

Depois de perder o cinturão dos penas para Max Holloway e de ter sido derrotado na revanche, em 2017, Aldo retomou o caminho das vitórias com dois nocautes em um intervalo de sete meses: ganhou de Jeremy Stephens, em julho do ano passado, e de Renato ‘Moicano’, em fevereiro deste ano. Volkanovski, por sua vez, está invicto desde 2013. Tendo estreado no UFC em novembro de 2016, ‘The Great’ ganhou de Yusuke Kasuya, Mizuto Hirota, Shane Young, Jeremy Kennedy, Darren Elkins e, por último, Chad Mendes no octógono mais famoso do planeta.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *