Tyson Fury desmente Wilder sobre revanche: “Não assinei nada. Ele é um m***”

Até dezembro passado, Tyson Fury e Deontay Wilder haviam saído vencedores de todos os combates que realizaram no ringue de boxe, até que seus caminhos se cruzaram. Em uma disputa bem equilibrada, os juízes apontaram um empate e o peso-pesado americano manteve seu cinturão do Conselho Mundial de Boxe (WBC). No entanto, a defesa do título não impediu ‘The Bronze Bomber’ de anunciar uma revanche – devidamente negada pelo rival inglês.

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, Fury desmentiu o anúncio de uma possível revanche feito por Wilder, em maio deste ano. De acordo com o gigante inglês, nenhum acordo ou contrato foram feitos para que o segundo confronto entre os dois saísse do papel. Tyson, inclusive, está com suas atenções voltadas para Tom Schwarz – rival alemão que ele vai encarar nos ringues neste sábado (15), em Las Vegas (EUA).

“Eu não vou lutar com o Wilder, lutarei com o Tom Schwarz. Sem chance nenhuma de enfrentar o Wilder. Não tem contrato, não assinei nada. Não que eu esteja sabendo, a não ser que alguém tenha assinado por mim, o que é ilegal. (Ele anunciou isso) porque ele é um m***, que tirar um pouco de fama as minhas custas”, negou Fury.

Ao contrário do inglês, Wilder não possui compromisso marcado para retornar aos ringues. Um próximo adversário que vem sendo cogitado é Andy Ruiz, o ‘gordinho’ que chocou o mundo ao nocautear Anthony Joshua. Um possível combate entre os dois colocaria os cinco principais cinturões entre os pesos-pesados em jogo, em uma espécie de ‘tudo ou nada’ pela trono da categoria mundial.