T.J. Dillashaw revela flagra em exame antidoping e decide abdicar do cinturão dos galos

T.J. Dillashaw conquistou o cinturão pela segunda vez em 2017 – Diego Ribas

Após ser flagrado em exame antidoping, T.J. Dillashaw decidiu abdicar do título de campeão dos pesos-galos (61 kg) do UFC. O lutador revelou o seu drama por meio de publicação nas redes sociais, nesta quarta-feira (20), e explicou que preferiu entregar o cinturão em sinal de respeito ao resto da categoria.

Ainda não há infomações sobre a punição que o americano sofrerá pelo caso. Em um post realizado no Instagram (veja abaixo ou clique aqui), Dillashaw contou que a USADA (agência antidoping americana) e a Associação Atlética do Estado de Nova York (NYSAC), órgãos fiscalizadores do UFC, informaram-no sobre o doping. A anormalidade teria sido encontrada após o último duelo do americano, no dia 19 de janeiro, quando ele perdeu a disputa pelo cinturão dos moscas (57 kg) contra Henry Cejudo.

“Para todos os meus fãs, eu gostaria de ser o primeiro a avisar-lhes que a USADA e a NYSAC me informaram sobre uma anormalidade encontrada em um teste feito para a minha última luta. Enquanto palavras não podem nem mesmo começar a expressar o quanto desapontado estou neste momento. Por favor, saibam que estou trabalhando com meu time para entender o que ocorreu e como posso resolver esta questão o mais rápido possível. Por questão de justiça e respeito com o resto da minha divisão, eu informo ao UFC que eu estarei voluntariamente renunciando meu título enquanto lido com esse problema. Gostaria de agradecer a todos de antemão pelo apoio”, escreveu o lutador.

T.J. conquistou o cinturão do UFC pela segunda vez em 2017, após bater Cody Garbrandt. Antes disso, ele também havia destronado Renan Barão em 2014, mas perdeu o título dois anos depois para Dominick Cruz. Ao longo da carreira profissional como atleta de MMA, Dillashaw somou 16 triunfos e quatro reveses.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *