Suspensão médica de Anderson Silva pode chegar a seis meses; entenda

Anderson precisa de liberação para manter o plano de lutar em Curitiba – Jon Roberts/Ag Fight

Logo depois de perder um grande combate para Israel Adesanya no UFC 234, no último sábado (9), Anderson Silva manifestou o plano de lutar em Curitiba — provável sede do UFC 237, a ser realizado no dia 11 de maio. Mas as suspensões médicas do evento australiano podem atrapalhar a ideia do ‘Spider’: uma das hipóteses anunciadas na última quarta-feira (13) pela organização prevê um afastamento do brasileiro por seis meses.

Esta situação ocorrerá se o olho direito do atleta, machucado no duelo, não for liberado por um oftalmologista. A possibilidade, porém, costuma ser citada pelos médicos responsáveis pelo evento apenas por uma questão de prevenção. Normalmente, a suspensão cumprida pelos atletas é a mínima — que, no caso de Anderson, é de somente 30 dias.

Além do ex-campeão dos médios (84 kg), Adesanya e Ricky Simon também podem ficar fora do octógono por seis meses. No entanto, o nigeriano tem suspensão mínima de apenas sete dias — em um indicativo de que seu olho esquerdo não deve afastá-lo por muito tempo.

Confira a lista completa de suspensões do UFC 234:

Israel Adesanya: 180 dias ou até que seu olho esquerdo seja liberado por um oftalmologista; suspensão mínima de 7 dias

Anderson Silva: 180 dias ou até que seu olho direito seja liberado por um oftalmologista; suspensão mínima de 30 dias — 21 deles sem contato

Ricky Simon: 180 dias ou até que sua mão direita e seu ombro direito sejam liberados por um médico; suspensão mínima de 45 dias — 30 deles sem contato

Rani Yahya: 60 dias — 45 deles sem contato

Montana De La Rosa: 7 dias

Nadia Kassem: 30 dias — 21 deles sem contato

Jim Crute: 7 dias

Sam Alvey: 45 dias — 30 sem contato

Devonte Smith: 7 dias

Dong Hyun Ma: 180 dias ou até que seja liberado por meio de um Raio-X na tíbia e na fíbula esquerda; suspensão mínima de 45 dias — 30 deles sem contato

Shane Young: 180 dias ou até que seja liberado por meio de um Raio-X no pé direito; suspensão mínima de 30 dias — 21 deles sem contato

Austin Arnett: 30 dias — 21 deles sem contato

Kai Kara-France: 180 dias ou até que seja liberado por meio de uma ressonância magnética no pulso direito; suspensão mínima de 30 dias — 21 deles sem contato

Raulian Paiva: 45 dias por machucado no supercílio esquerdo; 30 dias sem contato

Kyung Ho Kang: 7 dias

Teruto Ishihara: 60 dias — 45 deles sem contato

Lando Vannata: 7 dias

Marcos ‘Dhalsim’: 7 dias

Jalin Turner: 7 dias

Callan Potter: 60 dias — 45 deles sem contato

Jonathan Martinez: 180 dias ou até que seu cotovelo esquerdo seja liberado por um ortopedista; suspensão mínima de 30 dias — 21 deles sem contato

Wuliji Buren: 30 dias — 21 deles sem contato