Sem polêmica! Jon Jones passa com sucesso em exame antidoping do UFC 232

Jon Jones superou Alexander Gustafsson pela segunda vez na carreira – Diego Ribas

Todo esforço que o Ultimate fez para garantir o retorno de Jon Jones ao MMA parece ter valido a pena. Isso porque o campeão dos meio-pesados (93 kg) testou negativo nos exames antidoping realizados durante o UFC 232, sediado em Inglewood (EUA), no último dia 29 de dezembro. Portanto, mesmo em meio ao turbilhão de testes passados que quase o tiraram de ação, sua contra Alexander Gustafsson foi legítima.

A informação foi dada em primeira mão pelo site da ‘ESPN’ americana através de suas redes sociais. Jones foi testado pela USADA (agência antidoping americana) e pela CSAC (Comissão Atlética do Estado da Califórnia), responsáveis pela regulação dos atletas durante o evento. As amostras do campeão não apontaram nenhuma substância proibida, nem mesmo o metabólito M3 (turinabol), que fez Bones ser suspenso por um ano e meio do esporte.

Na ocasião, em julho de 2017, Jon testou positivo e teve sua vitória contra Daniel Cormier transformada em um ‘no contest’ (luta sem resultado). O sucesso do campeão nos testes do último evento da temporada de 2018 com certeza agradaram a Dana White. Durante a coletiva de imprensa após o show, o presidente do Ultimate afirmou, em tom irônico, que se mataria caso Bones fosse pego no doping novamente no UFC 232.

Apesar de ter passado com louvor nos testes, Jones ainda tem que provar sua inocência com outra entidade. Isso porque, além da USADA e da CSAC, o atleta foi submetido a testes antidoping da VADA (Associação Voluntária Antidoping) durante o UFC 232. E o resultado deste último ainda não foi divulgado oficialmente.

Com o caminho livre de polêmicas fora dos octógonos, Jones já possui uma estimativa de quando voltará a atuar. Recentemente, o próprio lutador postou em suas redes sociais uma foto em que Anthony Smith aparece, com a seguinte legenda: “Tanto para estudar, isso vai ser divertido”. Os dois provavelmente medirão forças pelo cinturão dos meio-pesados no dia 2 de março, em Las Vegas (EUA), no UFC 235.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.