Ronda Rousey é atacada por rival com muletas após defender cinturão na WWE

Ronda Rousey manteve o cinturão do ‘RAW’ – uma das franquias da WWE (maior liga de telecatch do planeta) – ao derrotar Ruby Riott nesse domingo (17), no Texas (EUA). No entanto, o que a americana não parecia esperar era ser atacada por outra rival, a americana Becky Lynch, que a golpeou com uma muleta após invadir o ringue do evento.

Tudo começou quando ‘Rowdy’ comemorava a rápida vitória sobre Ruby. Nesse instante, Charlotte Flair, que está agendada como uma das próximas rivais de Rousey, entrou no ringue e começou a provocar a ex-campeã do UFC. Em seguida, Lynch invadiu a arena amparada por muletas e partiu para cima de Flair, que é sua antiga desafeto.

Rousey, então, se propôs a ajudar Lynch a agredir Flair com uma das muletas. Entretanto, o que a Ex-UFC não esperava era que Becky a atacasse desprevenida, pelas costas, enquanto se dirigia para cima de Charlotte. E os golpes com o instrumento de apoio parecem ter aberto um corte na cabeça de Ronda.

Por meio das redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), a americana compartilhou uma imagem em que aparece com sangue na cabeça enquanto ampara o cinturão do ‘RAW’ em um dos ombros. No post, ‘Rowdy’ escreveu: “Lição aprendida. Nunca confie nas Faux Horse Woman”, ressaltou, em referência ao grupo do qual Lynch faz parte na liga de telecatch.

Aos 32 anos, Ronda estreou na WWE em 2018, após integrar o quadro de atletas do UFC por quase quatro anos. Ao longo da carreira profissional no MMA, a ex-campeã dos pesos-galos (61 kg) do Ultimate somou 12 triunfos e apenas duas derrotas.

View this post on Instagram

Lesson learned. Never trust the #FauxHorsewomen

A post shared by rondarousey (@rondarousey) on