Rashad Evans aconselha Woodley sobre briga com Dana: “Não tem jeito de ganhar”

Rashad Evans se tornou campeão dos meio-pesados em 2008 – Rigel Salazar

Tyron Woodley e Dana White se envolveram em uma discussão na última semana. O atual campeão dos meio-médios (77 kg) revelou o seu desejo de enfrentar Nate Diaz e garantiu que este seria o seu próximo adversário, em julho. No entanto, o presidente do UFC enxerga o futuro de ‘T-Wood’ de outra maneira e o chamou de mentiroso. Por estar acostumado a enfrentar o cartola em brigas fora do octógono, um ex-campeão do Ultimate deu a sua opinião sobre o assunto.

Para Rashad Evans, o lutador deve se retirar da discussão. Por experiência própria, o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) analisou que não é possível vencer uma argumentação com o presidente do UFC. Apesar de considerar que o atleta tenha razão, ‘Suga’ garantiu, em entrevista ao programa ‘MMA Hour’, que nessa luta é Woodley quem mais tem a perder, incluindo o seu legado.

“Alguns fãs podem não saber, mas fui o Tyron Woodley original, por causa da minha relação com Dana. Entendo de onde ele vem, mas ele vai aprender o que eu já aprendi. Isso me lembra algo que alguém me disse quando eu casei: ‘Você quer ser feliz ou quer estar certo?’ Porque não tem como você estar certo e ser feliz. Ele não pode vencer, porque ele luta pelo UFC. Dana é o presidente do UFC, não tem jeito dele ganhar isso. Sinta-se como você quiser se sentir, mas você tem que saber que, sempre que a conversa for sobre algo que Dana disse, nem responda. Não vá por esse caminho”, intercedeu o ex-campeão.

“É uma coisa difícil de fazer, porque o seu ego está envolvido. Você sabe que Dana está errado e quer provar. Você deve sentir que é por causa disso ou daquilo e você quer expor a verdade, mas, no fim das contas, a que custo? Seu legado, sua chance de ser lembrado pelo que você ama fazer. No fim das contas, essas são as coisas que te fazem odiar lutar. Levei muitos anos da minha carreira argumentando com Dana, tentando lutar com Shogun ou com algum outro cara. Mas no final, não valeu a pena, só me fez perder tempo. Entendo o que Tyron está falando e ele está certo, mas você precisa se perguntar se realmente vale a pena. Essa conversa entre Tyron e Dana não deve acontecer”.

Apesar dos seus conselhos, Evans opinou que o campeão dos meio-médios não vai escutá-lo. O americano revelou que entrou em contato com Woodley, mas não teve sucesso já que “essa é uma lição que ele só vai aprender depois que passar por isso”.

Aos 38 anos, o ex-campeão dos meio-pesados ainda é atleta do UFC. Pela maior organização de MMA do mundo, Evans tem 22 lutas em seu currículo, com 14 vitórias, sete derrotas e um empate. O americano conquistou o cinturão do Ultimate em 2008, mas o perdeu em sua primeira defesa.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.