Scott Coker vai definir os candidatos ao cinturão peso-médio (84 kg) do Bellator – Diego Ribas

Após analisar mais profundamente as complicações médicas reveladas por Rafael Lovato Jr recentemente no podcast ‘The Joe Rogan Experience’, o Bellator, em conjunto com o lutador, decidiu tomar uma posição definitiva sobre o caso. Em comunicado à imprensa, a organização presidida por Scott Coker anunciou que o americano renunciou ao cinturão peso-médio (84 kg) da entidade em razão dos problemas com sua saúde.

Lovato conquistou o título dos médios em junho do ano passado, ao derrotar Gegard Mousasi por pontos no Bellator 223, realizado em Londres (EUA). No entanto, uma anomalia cerebral – chamada cavernoma, e descoberta antes mesmo de sua luta pelo cinturão – o manteve afastado do cage desde então. A rara condição, que envolve a formação de vasos sanguíneos anormais no cérebro, divide opiniões dos especialistas consultados pelo lutador até o momento. Em tom de incerteza sobre seu futuro, o americano anunciou sua renúncia.

“Minha jornada com meu time e família para me tornar campeão mundial peso-médio do Bellator foi incrível e algo que eu vou apreciar para sempre. Eu sonhei em ter um longo reinado como campeão, mas às vezes a vida tem outro plano. Bellator tem me apoiado muito durante esse difícil processo, uma situação que nunca aconteceu em nosso esporte. Eu sei que a divisão deve seguir enquanto eu estou de fora e eu desejo a todos grandes lutas em seu caminho para o cinturão. Vou estar trabalhando para voltar se for possível – e se não for, a vida vai continuar sendo maravilhosa para mim e eu estou ansioso para trabalhar com o Bellator de outras formas”, declarou Rafael Lovato Jr, via comunicado oficial do evento.

“Esse tem sido um período incrivelmente desafiador para Lovato Jr, seu time e sua família em casa. Ele é um verdadeiro guerreiro do esporte e eu não posso dizer o suficiente sobre ele por tomar uma decisão tão difícil. Sua saúde é a prioridade para nós e nós vamos continuar a trabalhar com ele para decidir os próximos passos em sua carreira”, afirmou Scott Coker, presidente do Bellator.

O Bellator deve confirmar oficialmente nos próximos dias seus planos para o futuro do cinturão peso-médio. Gegard Mousasi e o brasileiro Douglas Lima – campeão peso-meio-médio (77 kg) da entidade – já demonstraram interesse em duelar pelo, agora vago, título até 84 kg.