Quarto no ranking, Edgar justifica ter sido escolhido como desafiante de Holloway

Edgar foi campeão dos leves (70 kg) e hoje luta entre os penas (66 kg) – Diego Ribas

Frankie Edgar não luta desde abril de 2018 e ocupa apenas a quarta posição no ranking dos pesos-penas (66 kg) do UFC, mas mesmo assim foi agraciado com o title shot contra Max Holloway no UFC 240, em 27 de julho. Apesar de Alexander Volkanovski ter derrotado José Aldo no último sábado e passado a número 1 da listagem da categoria, ‘The Answer’ defendeu a sua escolha para a disputa do título.

Em entrevista ao programa ‘MMA Junkie Radio’, o ex-campeão dos leves (70 kg) afirmou que o fato de ter sido alçado ao cargo de desafiante é um prêmio pelos 12 anos de dedicação ao Ultimate. Embora sem mencionar especificamente o fato, ele lembrou a ajuda que deu ao Ultimate ao permanecer no UFC 222, quando enfrentaria Holloway, depois da saída do campeão do card. Na ocasião, ele viria a enfrentar Brian Ortega, que o nocauteou e herdou o title shot seguinte.

“Acho que tudo isso combinado – o conjunto da obra, o que fiz no passado, o que fiz pelo UFC, oportunidades que eu poderia ter esperado e não o fiz – entrei e lutei. Acho que uma combinação de todas essas coisas me levou ao ‘title shot’. Tenho feito tudo certo no esporte desde o primeiro dia e nunca me acovardei frente a um desafio ou um adversário, então sinto que isso é definitivamente o que deveria acontecer”, falou.

O triunfo de Volkanovski sobre Aldo no UFC 237 colocou o australiano no radar, mas não serviu para levá-lo à disputa do título. Com 17 vitórias seguidas, ‘The Great’ já ostenta sete delas dentro do Ultimate, contra nomes como Darren Elkins e Chad Mendes, além do brasileiro. Ciente dos feitos de Alexander, Edgar afirmou que, no caso de se tornar o novo campeão dos penas, toparia enfrentá-lo no lendário ginásio Madison Square Garden, em Nova York (EUA), ou até mesmo na casa do oponente.

“Quero lutar mais de uma vez este ano. Meu plano é vencer em julho e fazer mais uma. Se tudo der certo com essa luta (na Austrália) ou possivelmente o Garden – sei que normalmente fazem um evento no Garden em novembro –, vamos ver o que acontece. Já fui vaiado e aplaudido. De qualquer forma, estou lá dando o meu melhor”, declarou.

Edgar é um veterano de 24 lutas dentro do octógono, com apenas seis derrotas. Profissional de MMA desde 2005, ‘The Answer’ passou boa parte do ano passado lidando com lesões, o que o afastou dos combates na principal liga de artes marciais mistas do mundo.