Prodígio ou decepção? Darren Till enfrenta Masvidal para se provar no UFC

Till tem o desafio de se reconstruir em uma categoria concorridíssima – Diego Ribas

A derrota de Darren Till na disputa do cinturão meio-médio (77 kg) contra Tyron Woodley, em setembro de 2018, não foi apenas a primeira de sua carreira. Além de representar a perda da invencibilidade, o revés significou uma queda enorme na expectativa direcionada a ‘The Gorilla’. Afinal, ele foi completamente dominado pelo então campeão e não conseguiu desferir um golpe significante sequer em nove minutos de combate, até ser finalizado. É esta bagagem que o inglês carrega para o UFC Londres, evento que estrela neste sábado (16), ao lado de Jorge Masvidal.

Till tem só 26 anos e alcançou o title shot depois de 17 lutas invicto e de vencer Donald Cerrone e Stephen Thompson, legítimos ‘contenders’ da divisão. No entanto, pareceu um novato no esporte diante de Woodley. O duelo contra Masvidal, outro veterano, serve, sobretudo, para mostrar se Darren é realmente um prodígio da categoria ou se vivia apenas uma fase iluminada. Ele, ao menos nas palavras, garante estar certo de seu talento: após a pesagem cerimonial, na última sexta (15), proclamou-se ‘GOAT’ — abreviação para ‘Greatest Of All-Time’, ‘Melhor de todos os tempos’, em tradução para o português. Em que pese o fato de que confiança é fundamental para esportistas de alto nível, o britânico ainda está muito longe do rótulo atribuído a si mesmo.

Masvidal, por sua vez, busca a reabilitação final em uma carreira que já aponta para o fim. Aos 34 anos, o duro americano vai para a 46ª luta profissional e vive uma incômoda sequência de duas derrotas consecutivas. Até ser superado em decisões dividida e unânime por Demian Maia e Stephen Thompson, ‘Gamebred’ acenava com uma caminhada animadora rumo às primeiras posições do ranking. Agora, tem como desafio mostrar que ainda tem motivação para uma última tentativa de ser campeão — por mais improvável que esse objetivo seja.

No ‘co-main event’, o UFC Londres tem um outro bom confronto entre meio-médios: companheiro de Conor McGregor na academia irlandesa SBG, Gunnar Nelson venceu Alex ‘Cowboy’ em seu último compromisso, três meses atrás, e busca entrar no top-10 da divisão ao enfrentar Leon Edwards. ‘Rocky’ chegou sem muita expectativa ao Ultimate, perdendo para Cláudio ‘Hannibal’, brasileiro radicado na Inglaterra que também luta no evento. Entretanto, de lá para cá, Edwards só perdeu um de seus confrontos — e contra Kamaru Usman, recém-coroado campeão da categoria.

‘Hannibal’, outro meio-médio, encara Danny Roberts naquele que é apenas o seu quarto combate desde que assinou com o UFC, há cinco anos. O brasileiro sofreu um longo período de sucessivas lesões, o que atrapalhou muito sua jornada na maior organização de MMA do mundo. Invicto dentro do octógono, Cláudio ainda não conhece o dissabor de ser superado dentro do cage, já que sua única derrota na carreira, em 2007, foi por desqualificação. Aos 36 anos, o mato-grossense precisa impressionar público e dirigentes a fim de impulsionar sua ascensão dentro da empresa,

No único confronto feminino do card, Priscila ‘Pedrita’ e Molly McCann tentam se redimir de derrotas por finalização em suas estreias no Ultimate. A brasileira foi massacrada por Valentina Shevchenko no início de 2018, no polêmico episódio que afastou o árbitro Mario Yamazaki do UFC pela demora em interromper o combate, enquanto ‘Meatball’ perdeu para Gillian Robertson na última passagem da organização pela Inglaterra, em maio do ano passado.

Confira o card completo do UFC Londres:

Card principal
Meio-médio (77 kg) | Darren Till vs. Jorge Masvidal
Meio-médio (77 kg) | Leon Edwards vs. Gunnar Nelson
Meio-pesado (93 kg) | Volkan Oezdemir vs. Dominick Reyes
Galo (61 kg) | Jose Quinonez vs. Nathaniel Wood
Meio-médio (77 kg) | Danny Roberts vs. Cláudio ‘Hannibal’
Médio (84 kg) | Jack Marshman vs. John Phillips

Card preliminar
Pena (66 kg) | Arnold Allen vs. Jordan Rinaldi
Leve (70 kg) | Marc Diakiese vs. Joseph Duffy
Meio-pesado (93 kg) | Nicolae Negumereanu vs. Saparbek Safarov
Médio (84 kg) | Tom Breese vs. Ian Heinisch
Pena (66 kg) | Danny Henry vs. Dan Ige
Mosca feminino (57 kg) | Molly McCann vs. Priscila ‘Pedrita’
Pena (66 kg) | Mike Grundy vs. Nad Narimani