Presidente do Bellator projeta torneio dos pesos-penas para outubro

Scott Coker é presidente da segunda maior organização de MMA do planeta – Reprodução

Após o sucesso do torneio dos pesos-pesados e o início de um mata-mata dos meio-médios (77 kg), Scott Coker, presidente do Bellator, projeta promover outro GP em 2019, deste vez em uma categoria de peso mais leve. Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o mandatário revelou que a previsão é de começar um novo Grand Prix em outubro, provavelmente na divisão dos penas (66 kg), cujo cinturão é hoje do brasileiro Patrício ‘Pitbull’.

A possibilidade de um GP, inclusive, aponta para um antigo pleito de Patrício: a renovação de seus adversários. Isso porque o potiguar já enfrentou oponentes repetidos algumas vezes, a exemplo de Daniel Straus, em quatro oportunidades, e Daniel Weichel, em duas.

De acordo com Coker, a categoria em que ocorrerá o GP ainda não está definida, mas o fato de a organização contar com diversos atletas de destaque entre os penas poderá contribuir para a escolha dessa divisão. Além disso, o mandatário previu que até mesmo alguns lutadores de outras classes de peso, a exemplo do leve (70 kg) Patricky ‘Pitbull’, poderão competir no torneio.

“Ainda não decidimos com certeza em qual divisão, mas acredito que em outubro nós lançaremos um novo torneio, em uma categoria de peso diferente. Nós conversamos sobre os prós e os contras de diferentes divisões de peso, mas eu acho que o que soa mais atraente para mim é a divisão peso-pena”, explicou.

“Você tem os Pitbulls (Patricio e Patricky Freire) e o AJ McKee, (James) Gallagher poderia competir, Darrion Caldwell também. E (Aaron) Pico está nessa categoria de peso. (Henry) Corrales, (Emmanuel) Sanchez… Temos tantos lutadores nessa categoria de peso que eu acho que faz sentido”, completou.

No final de janeiro, Ryan Bader nocauteou Fedor Emelianenko e conquistou o torneio dos pesos-pesados do Bellator. O Grand Prix – que também contou com a presença de atletas como os ex-campeões do UFC Frank Mir e ‘Rampage’ Jackson – foi sucesso de público e de audiência, o que parece ter motivado Scott Coker a dar continuidade ao modelo.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *