Porta-voz de McGregor nega relação entre caso de assédio e anúncio de aposentadoria

Conor McGregor é o nome mais comentado da atualidade no mundo do MMA – Diego Ribas

Conor McGregor foi o principal assunto dos noticiários nas últimas 24 horas. O irlandês, em apenas um dia, chocou o mundo ao anunciar sua aposentadoria do MMA pelas redes sociais horas antes de ver seu nome publicamente envolvido em um caso de assédio sexual. A proximidade das ‘bombas’ fez com que rumores de que o ex-campeão do UFC teria pendurado as luvas por conta da acusação sofrida surgissem. No entanto, eles foram desmentidos por sua porta-voz.

Em entrevista ao site de ‘ESPN’ americana, Karen Kessler, porta-voz da equipe jurídica de McGregor declarou que as notícias não possuem relação alguma. A representante do falastrão irlandês ainda aproveitou para questionar o porquê de sua acusação de assédio sexual estar sendo veiculada justamente agora, uma vez que o caso aconteceu em dezembro.

“Essa história (do assédio) tem circulado por um tempo, e não se sabe porque está sendo divulgada agora. A suposição de que o anúncio da aposentadoria de Conor hoje está relacionado a esse rumor é absolutamente falso. Se o Conor lutar no futuro, deve ser em um ambiente onde os lutadores são respeitados por seus valores, habilidades e dedicação ao esporte”, declarou Karen, porta-voz de Conor.

Quem trouxe a história à tona foi o jornal ‘The New York Times’. Até então, os veículos irlandeses – onde o assédio supostamente ocorreu – mantinham, de acordo com o código de ética local para esse tipo de caso, o nome do acusado em sigilo.

 

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *