Nova categoria, recorde de Royce Gracie e UFC São Paulo! ‘Do Bronx’ traça metas para 2018

Charles ‘do Bronxs’ voltou a finalizar um adversário no octógono – William Lucas/Inovafoto

Charles ‘Do Bronx’ Oliveira reencontrou o caminho das vitórias no UFC 225, evento realizado em Chicago (EUA), ao finalizar no último sábado (9) o americano Clay Guida com uma guilhotina. Após a conquista, o paulista reforçou ainda no octógono sua vontade de retornar à categoria dos pesos-penas (66 kg) o quanto antes. Agora, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o lutador também deixa claro o desejo de lutar no Brasil, em card programado para a cidade de São Paulo.

Após sua estreia com vitória na temporada 2018, o brasileiro estipulou como meta realizar mais dois combates no ano, contando com uma aparição do card do UFC São Paulo, no dia 22 de setembro, e outra até dezembro, no exterior. Mas, ao mesmo tempo em que almeja intensificar sua rotina nos cages, Do Bronx analisa suas chances de mudar de divisão.

“Eu estou pedindo para voltar, para lutar de novo nos penas, mas essa parte eu deixo totalmente com meu empresário, não quero me preocupar com isso. Só quero me preocupar em voltar para casa, abraçar minha família, ficar com minha família, voltar a treinar o quanto antes. Pedi para lutar no UFC Brasil, espero que isso aconteça, então eu quero estar mais do que preparado”, contou o atleta.

Com o triunfo no último sábado, Do Bronx alcançou a marca de dez finalizações no UFC, empatando com o atual recordista, o membro do Hall da Fama do evento Royce Gracie. Dessa forma, ele deixou para trás grandes nomes da arte suave ainda em atividade como Demian Maia e Nate Diaz. Com essa real possibilidade de imortalizar seu nome no evento, o brasileiro revelou que pretende fazer história e buscar novos recordes na organização.

“Acho que o Nate faz muito tempo que não luta, o Demian vem lutando, infelizmente não está vencendo, mas está lutando. O Royce já parou e graças a Deus eu empatei com ele agora. Entrei no UFC para fazer história, para lutar com os melhores. Acho que a gente tem que manter a mesma coisa do começo e, com humildade e pé no chão, sabendo que a gente vai quebrar muitos recordes e fazer muita história dentro do UFC, mas mantendo aquele moleque de sempre, da comunidade, dentro da favela da periferia. Acho que é isso, estou muito feliz de ter empatado agora com o Royce e não vejo a hora de voltar a lutar de novo e quebrar o recorde e ser o maior finalizador dentro do UFC”, projetou Charles.

Apesar de já ter declarado publicamente diversas vezes o intuito de voltar ao peso-pena, o brasileiro atualmente figura na categoria dos pesos-leves (70 kg), divisão em que ele não se encontra entre os 15 melhores ranqueados. Do Bronx possui um cartel de 22 vitórias e oito derrotas como atleta profissional de MMA.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.