Exame de DNA mostra que McGregor não é pai de menina de um ano

Conor McGregor coleciona polêmicas fora do octógono do UFC – Diego Ribas

Com uma lista extensa de polêmicas recentemente, Conor McGregor, aparentemente, se livrou de mais uma. De acordo com o jornal ‘The Herald’ – que alega ter visto os resultados –, o lutador irlandês comprovou, através de exame de DNA, que não é o pai de uma menina de um ano, como alegava a mãe da criança.

Terri Murray, mãe da menina, alega ter tido relações sexuais com o lutador em abril de 2017, durante uma visita de McGregor a Liverpool (ING). O romance teria, supostamente, ocorrido apenas quatro semanas antes do nascimento do primeiro filho do irlandês com sua companheira de longa data, Dee Devlin, nascer.

Apesar de ter sido fotografado com Terri Murray na ocasião, McGregor sempre negou as alegações da mãe da menina. E, de acordo com o jornal ‘The Herald’, os resultados do teste de DNA confirmam que a probabilidade da estrela do UFC ser pai da criança é de zero por cento.

Ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do UFC, Conor McGregor tem colecionado polêmicas fora do octógono. Recentemente, o lutador foi multado por agredir um senhor de idade em um bar na Irlanda. Além disso, o irlandês possui duas acusações de abuso sexual em seu país natal. Sem lutar desde outubro de 2018, o lutador negocia seu retorno para o dia 18 de janeiro do ano que vem, ainda sem adversário confirmado.