McGregor e ‘Cyborg’ se inspiram em Mayweather e pedem luta de exibição no Japão

Suspenso temporariamente do UFC, Conor McGregor indicou que quer seguir os passos de Floyd Mayweather e fazer uma luta de exibição. Por intermédio de seu perfil nas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o irlandês desafiou o último rival do ex-campeão mundial de boxe para um duelo de artes marciais mistas em Tóquio (Japão), ainda no primeiro semestre de 2019. E Cris ‘Cyborg’, que tem a carreira agenciada pela mesma empresa que ‘The Notorious’, também pediu por um desafio com regras especiais, caso não consiga uma revanche contra Amanda Nunes.

No dia 31 de dezembro do último ano, Floyd voltou aos ringues contra Tenshin Nasukawa para realizar o que ficou denominado como luta de exibição, já que o resultado — nocaute de Mayweather no primeiro round — não contabilizou no cartel profissional de nenhum dos atletas. Além disso, não houve a presença de juízes laterais no combate principal do Rizin 14, promovido na cidade japonesa de Saitama. Deste modo, a luta não teria resultado oficial caso transcorresse pelos três assaltos programados. E Conor e ‘Cyborg’ parecem ter gostado da ideia.

Na madrugada desta segunda-feira (7), McGregor publicou um tuíte direcionado ao UFC e à Paradigm Sports Management — empresa que o agencia — com o seguinte pedido: “Gostaria de ir a Tóquio para enfrentar Tenshin Nasukawa em uma exibição de MMA. Antes do verão (no hemisfério norte). Por favor, providenciem isso, neste instante. Atenciosamente, o campeão dos campeões”. Em seguida, ‘Cyborg’ compartilhou a publicação do irlandês e escreveu (veja abaixo ou clique aqui): “Se não conseguirmos a revanche (contra Amanda Nunes), gostaria de competir em uma luta de exibição em Tóquio, no mesmo evento que Conor McGregor (…)”.

Conor não luta desde outubro do último ano, quando foi finalizado por Khabib Nurmagomedov em Las Vegas (EUA). Na ocasião, após o fim do duelo, aconteceu uma confusão generalizada na arena, que resultou na suspensão temporária de ambos os atletas. Deste modo, com o futuro ainda indefinido no Ultimate, McGregor acena com a intenção de competir em outras plataformas até que a sua situação no UFC seja normalizada. Ao longo da carreira profissional no MMA, o irlandês acumulou 21 triunfos e quatro derrotas.

Já ‘Cyborg’, que perdeu o cinturão dos pesos-penas (66 kg) para Amanda no evento do último dia 29, também está com a sua situação indefinida no Ultimate, uma vez que a nova campeã em duas categorias declarou que só pretende lutar novamente com a curitibana daqui a dois anos. Além disso, a categoria de Cris foi retirada do site oficial da organização após a sua última derrota, a segunda no cartel profissional, que também conta com 20 triunfos e um ‘no-contest’.

 

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.