“Mais forte” nos meio-médios, Michel ‘Trator’ cogita retorno aos pesos-leves do UFC

Michel ‘Trator’ perdeu apenas uma luta como peso-leve do UFC – Marcel Alcântara

Desde que passou a lutar como peso-leve (70 kg) no UFC, em setembro de 2013, Michel ‘Trator’ só foi superado uma vez. Mas se o retrospecto na categoria dentro do octógono era ótimo, o mesmo não podia ser dito fora dele – seu principal adversário era a balança. Após não bater o peso em três oportunidades, o brasileiro foi transferido pelo Ultimate aos meio-médios (77 kg) onde admitiu, em entrevista exclusiva à Ag Fight que se sente mais forte.

No entanto, apesar de revelar que se sente um lutador melhor na divisão até 77 kg, Michel curiosamente não descartou descer de categoria novamente para atuar nos leves. O principal motivo seria a estatura. Com apenas 1,67 m, o brasileiro é mais baixo do que a maior parte dos meio-médios em atividade no Ultimate.

“Com certeza o Trator dos meio-médios (é um melhor lutador). Eu queria descer por causa da altura, mas me sinto muito mais forte, consigo colocar muita pressão, entendeu? Então me sinto muito mais forte nos meio-médios fisicamente”, admitiu Trator, antes de revelar o desejo de retornar os pesos-leves.

“Sim, pretendo (descer e lutar de leve novamente). Mas como bem disse, aonde o UFC me botar eu vou lutar porque é o meu trabalho e eu tenho que fazer o que eles querem. Cara, acho que não (idade não atrapalha no corte de peso). Fazendo a dieta direitinho, se adaptando de luta em luta a gente consegue bater o peso sim”, completou o paraense.

Escalado primeiramente para enfrentar um rival experiente, o brasileiro teve seu adversário trocado às vésperas do UFC Praga. Ramazan Emeev deu lugar ao jovem Ismail Naurdiev, que faz sua estreia na organização neste sábado (23). Apesar de mudança de última hora, Michel parece tranquilo quanto ao que pretende executar em seu próximo combate.

“Olha, não mudou nada na estratégia. Vou ser apenas mais cauteloso porque é um rapaz jovem que vai vir querendo mostrar muita coisa. Mas tenho muitas condições para acabar com ele. Sou um cara mais experiente, mas experimentado, ele nunca pegou alguém do meu tamanho. Ele tem que estar muito treinado para tentar fazer alguma coisa comigo dentro do octógono. Estou bastante treinado e condicionado para enfrentar qualquer um”, garantiu o brasileiro, antes de falar sobre sua estratégia para o duelo.

“Com certeza, a estratégia sempre é essa (finalizar), tenho um jiu-jitsu excelente, um dos melhores da minha categoria. Mas vou trocar com ele em pé também, vamos ver se ele vai encarar”, projetou Trator, durante conversa com a Ag Fight.

Aos 37 anos, o atleta da ‘Coalizão Fight Team’ detém um cartel impressionante de 26 vitórias e apenas duas derrotas. Porém, o retrospecto positivo no esporte ainda não rendeu ao brasileiro uma vaga no ranking dos melhores atletas do Ultimate.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *