Lyoto Machida enaltece popularidade de Sonnen: “Ele sabe como vender a luta”

Machida é ex-campeão meio-pesado (93 kg) do Ultimate – Leandro Bernardes / Ag. Fight

Nos últimos anos, o MMA se tornou uma complexa indústria que alia esporte ao entretenimento. Por isso, os atletas que mais se destacam são aqueles que conseguem unir boas performances dentro dos octógonos à autopromoção fora deles. E um dos primeiros lutadores a fazer isso com sucesso foi Chael Sonnen. Sua postura polêmica, inclusive, rendeu-lhe elogios de Lyoto Machida, seu próximo adversário. ‘The Dragon’ enalteceu a forma com que o americano consegue atrair os holofotes para si.

Durante coletiva de imprensa da organização nesta terça-feira (9), o brasileiro exaltou a capacidade de Chael vender os combates dos quais faz parte. Tradicionalmente mais contido nas declarações, Lyoto afirmou que não há necessidade de uma mudança de postura sua, justamente porque seu adversário já dá conta do recado sozinho na hora de atrair audiência.

“Estou muito ansioso para essa luta. O Chael é esperto, então ele me faz muitos elogios, faz parte da estratégia dele. Ele me bota lá em cima, e eu não posso relaxar com isso, porque ele toma vantagem com tudo, então tenho que tomar cuidado. Ele é um dos adversários mais duros que vou enfrentar, uma lenda do esporte. Eu não preciso fazer nada, ele sabe como vender a luta, eu só preciso aparecer. Esse cara é o próprio show”, apontou Machida.

Os veteranos medirão forças na luta principal do Bellator 222, agendado para o dia 14 de junho, no Madison Square Garden, em Nova York (EUA). O duelo será disputado na divisão dos meio-pesados (93 kg), mas isso não parece impedir Lyoto de vislumbrar outro cinturão dentro da companhia.

“Desde o início, quando assinei com o Bellator, disse que gostaria de lutar nos meio-pesados (93 kg) e nos médios (84 kg), para me manter ativo. E às vezes, para se manter ativo, você tem que lutar em categorias diferentes. Sim, claro. Gostaria de ter a chance (pelo cinturão) nas duas categorias. O peso-médio é a minha divisão, mas gostaria de ter essa chance nos meio-pesados também. Já lutei contra Ryan Bader e Gegard Mousasi, e ganhei essas lutas. Então para mim é uma questão de tempo para eu ter essas oportunidades”, projetou.

Bader e Mousasi são, respectivamente, os atuais campeões meio-pesado e médio do Bellator. Portanto, o fato do brasileiro já ter superado ambos no passado pode encurtar seu caminho rumo a uma disputa de cinturão nas categorias.