Lutadora do UFC muda de divisão após dieta afetar metabolismo

Maycee Barber retornará ao octógono do UFC no dia 23 de março em um nova categoria de peso por motivo de saúde. A antiga peso-palha (52 kg) teve que migrar para a divisão dos moscas (57 kg) após seu metabolismo desacelerar ao ponto de reduzir o gasto calórico. Isso porque, ela era submetida a rigorosas dietas de apenas 500 calorias por dia que lhe causaram, inclusive, desequilíbrios hormonais.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, a americana explicou que tem contado com a ajuda do Instituto de Performance do Ultimate (PI) para melhorar a sua condição fisiológica. E a perspectiva é que dentro de um ano ela reverta o dano que causou ao seu organismo e, assim, possa retornar a competir entre os palhas.

“Me sinto bem. Estou me alimentando muito melhor do que eu estava no meu camp passado. (…) Foi principalmente uma escolha pela perspectiva da saúde. Todas as minhas lutas passadas foram no peso-palha. Toda vez o corte fica mais difícil, e eu começo uma dieta de baixa caloria e nunca me livro disso, e agora eu fui ao PI no dia depois da minha luta, em novembro, e eles fizeram todos esses testes. É incrível. (…) Fizeram alguns testes e disseram que meu metabolismo havia diminuído de 50 a 60%, então foi muito ruim e eu perdi muito hormônio feminino”, contou para a imprensa presente nos bastidores do último show do UFC .

“Fui colocada em uma dieta de 500 calorias (por dia) por cerca de dez semanas. Por boas dez semanas. Muito tempo, e eu estava treinando quatro vezes ao dia, e eu estava super mal, e então eu nunca me livrei daquela dieta (…). Quando eu fui para o Instituto de Performance meu corpo estava consumindo apenas 900 calorias. Você não pode comer mais de 900 calorias se o seu corpo não está queimando acima de 900 calorias, porque você vai engordar. (…) Isso não é normal. Especialmente para uma atleta de alto rendimento”, completou.

Aos 20 anos, Maycee foi contratada pelo UFC após se destacar no programa ‘Contender Series’, em julho de 2018. Apesar dos danos fisiológicos, a atleta estreou no Ultimate em novembro com vitória sobre Hannah Cifers. Barber está invicta na carreira profissional no MMA, com seis vitórias.