Lutadora do UFC leva choques em treinamento com Forças Armadas; veja

Como todo atleta de artes marciais mistas, Julianna Peña está acostumada a levar seu corpo e sua mente ao limite. Mas, na última quinta-feira (29), a peso-galo (61 kg) do UFC enfrentou um desafio tão novo quanto inusitado. Ela participou de um treinamento do grupo de Operações Especiais da Força Aérea, em Washington, capital dos Estados Unidos.

A lutadora, que teve a companhia do ex-UFC Sam Sicilia, viveu um dia na vida de um especialista em Sobrevivência, Evasão, Resistência e Fuga (Sere, na sigla em inglês) da aeronáutica norte-americana. Assim, teve de aprender das coisas mais básicas, como fazer fogo na selva, às mais complicadas, como proteger seu armamento durante um embate corporal.

Este último treino, inclusive, impressionou a atleta — que recentemente teve seu primeiro filho e se afastou temporariamente do octógono. Em seu Instagram (veja abaixo ou clique aqui), a peso-galo comentou quão difícil foi lutar com uma pessoa armada com uma arma de eletrochoques.

“1) Fui avisada dois segundos antes de como tirar minha arma do coldre. (Eu imaginei que, se eu quisesse, eu simplesmente retiraria, mas descobri que não era o caso). 2.) Ele deu o choque em minha bunda. Você pode me ouvir gritando. 3.) Meu colete está me sufocando quando estou de costas. 4.) Por fim, consegui pegá-lo”, escreveu.

“A lição é: se você tem uma arma, é melhor aprender como usá-la corretamente antes de ela ser usada contra você. Muito respeito por nossas forças armadas”, completou.

Veja o vídeo:

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.