Lutador passa por cirurgia após ter pulmão perfurado no UFC Phoenix

Apesar de ter conquistado a vitória no UFC Phoenix, evento realizado no último domingo (17), Paul Felder teve um dos pulmões perfurados durante o confronto contra James Vick. Deste modo, ele foi encaminhado para o hospital onde esteve sob observação até essa quarta-feira, quando precisou ser operado após o colapso no órgão não ter cicatrizado. E, apesar do imprevisto, de acordo com Brian Butler, empresário do lutador, a cirurgia foi um sucesso.

Em entrevista ao site americano da ‘ESPN’, Butler contou que a expectativa era que Felder fosse liberado do hospital na segunda-feira, mas, como a lesão não sarou da maneira que os médicos previram, foi necessário o processo cirúrgico. Ainda de acordo com o empresário, o UFC está em contato com os familiares do lutador para levá-los da cidade de Philadelphia (EUA) para Phoenix, já que o meio-médio (77 kg) deve receber alta apenas na próxima semana

Os rumores sobre a gravidade da lesão começaram após o empresário de Felder revelar que seu atleta lutou os últimos minutos do terceiro round com o pulmão perfurado, o que pode ter acontecido após o lutador sofrer um chute na altura da costela durante o combate contra Vick. O imprevisto fez também com que o americano tivesse que se ausentar da função de comentarista, já que ele estava escalado para trabalhar neste sábado, durante o UFC Praga.

Aos 33 anos, ‘The Irish Dragon’ somou quatro vitórias nas últimas cinco lutas que fez no UFC. Além de triunfar no último domingo, ele superou Alessandro Ricci, Steven Ray e Charles ‘Do Bronx’, em 2017, e sucumbiu diante de Mike Perry, em 2018. Ao longo da carreira profissional no MMA, Felder acumulou, até então, 16 resultados positivos e quatro negativos.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *