Luta pelo título do UFC entre Usman e Covington pode estar ameaçada; entenda

Depois que venceu Robbie Lawler, Colby Covington finalmente garantiu seu lugar em uma disputa de cinturão. No entanto, seu tão almejado ‘title shot’ contra o desafeto Kamaru Usman corre risco de não sair do papel no momento. De acordo com o site da emissora americana ‘ESPN’, as negociações para o confronto travaram e o Ultimate já estuda outras alternativas para dar prosseguimento a categoria dos meio-médios (77 kg).

Portanto, existe a possibilidade de ‘Chaos’ não competir pelo cinturão imediatamente. Inclusive, o falastrão americano já possui um histórico com disputas de título frustradas na organização. Colby seria o próximo da fila da divisão em outras duas oportunidades. Porém, por não concordar com os termos do UFC para o combate – na época diante do então campeão Tyron Woodley – o wrestler viu Darren Till e Kamaru Usman furarem a fila no posto de desafiantes.

E desta vez não é diferente. O grande entrave da situação é a data e o local que o Ultimate planejou para o duelo: UFC 244, dia 2 de novembro, no ‘Madison Square Garden’, em Nova York (EUA). Com o imbróglio estabelecido, o UFC tenta realocar o confronto em outra data, mas já cogita outros nomes de possíveis desafiantes para substituir Colby, como Jorge Masvidal, ainda de acordo com a ‘ESPN’.

‘Gamebred’, inclusive, postou uma mensagem enigmática recentemente em suas redes sociais, como quem tivesse recebido a oferta de competir na data especulada para a disputa de cinturão. No entanto, caso Masvidal realmente seja o novo desafiante ao cinturão de Usman, seu possível confronto diante de Nate Diaz – bastante aguardado pelos fãs – iria por água abaixo.

Portanto, neste momento o Ultimate está em uma sinuca de bico e tenta resolver a situação da melhor maneira possível. No entanto, há sérios riscos de a rivalidade entre Kamaru e Colby ser adiada novamente dentro dos octógonos.