Liberado para lutar, Jon Jones volta ao ranking do UFC

Jones retornou com a mesma moral de antes — ao menos no ranking – Diego Ribas

Embora sua luta contra Alexander Gustafsson tenha sido anunciada em meados de outubro, só no fim do último mês Jon Jones ficou oficialmente liberado para atuar pelo UFC, uma vez que sua suspensão por doping terminou. Assim, ‘Bones’, que enfrentará o sueco pelo título meio-pesado (93 kg) em 29 de dezembro, está de volta ao ranking do Ultimate. E em ótimas colocações.

Em uma prova de seu prestígio esportivo incontestável, Jones retornou à listagem como desafiante número 1 da categoria. A posição se explica pelo fato de que, quando foi destituído do título por causa da descoberta do esteroide Turinabol em seu corpo, o americano tinha acabado de vencer Daniel Cormier pela segunda vez, defendendo com sucesso o cinturão.

Além disso, Jones também está no ranking peso por peso — a relação dos melhores lutadores, independente de suas divisões. E o ex-campeão apareceu no terceiro posto, atrás apenas de Khabib Nurmagomedov, campeão invicto dos leves (70 kg), e de Daniel Cormier, que, supremo, é o detentor atual dos cinturões meio-pesado e pesado. O primeiro deles, porém, será colocado como vago para que Jon e Alexander o disputem.

Nos médios (84 kg), o nocaute de Ronaldo ‘Jacaré’ sobre Chris Weidman já produziu efeitos: o brasileiro foi à terceira colocação, atrás de Luke Rockhold e Yoel Romero, enquanto o americano caiu para quinto, atrás de Israel Adesanya. O nigeriano, inclusive, saltou três posições no ranking depois de derrotar Derek Brunson. Jared Cannonier, que estreou na categoria vencendo David Branch, é o nono.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.