Leon Edwards aproveita impasse com Colby e mira revanche contra Usman pelo cinturão

Leon Edwards em ação pelo Ultimate, diante de Gunnar Nelson – Scott Garfitt

O confronto entre Colby Covington e Kamaru Usman foi adiado mais uma vez. A princípio o duelo entre os meio-médios (77 kg) estaria pré-agendado para o dia 2 de novembro, no UFC 244. Mas as negociações com os atletas envolvidos não avançaram e o acerto empacou. E quem pretende se aproveitar disso é Leon Edwards, que busca seu tão sonhado ‘title shot’ diante do campeão nigeriano.

Atual número 4 do ranking, o atleta inglês vem de uma longa sequência de oito vitórias consecutivas na organização. O último rival capaz de superar Leon foi exatamente Usman, em 2015. E agora, Edwards busca confirmar a ótima fase com uma revanche diante de seu último algoz pelo cinturão até 77 kg do Ultimate.

“F***-se o Colby Covington, eu não gosto dele mesmo. Não dou a mínima para o que ele está fazendo. Meu objetivo é conseguir uma chance pelo título. Vamos, eu e Usman de novo. Temos o maior número de vitórias, somos os dois melhores da divisão. Vamos fazer isso de novo. Para mim seria perfeito, ele com o título e eu tomando dele, seria um conto de fadas. Derrotar o último cara que me venceu valendo o cinturão, espero ter a chance de fazer isso”, projetou Leon, antes de revelar detalhes de uma possível negociação com o UFC.

“Eles ligaram para o meu time e perguntaram: ‘Como está o Leon, ele estaria pronto para novembro?’. E eu disse que estaria pronto para qualquer data. Não tive nenhuma atualização depois dessa ligação, então estou esperando. Sei que o Dana (White) virou e disse que eles têm grandes planos para mim, então espero que seja uma chance pelo título”, completou o lutador inglês, em entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

O momento realmente pode favorecer Edwards, já que, com o impasse da luta pelo título, Jorge Masvidal vs Nate Diaz foi confirmado como o ‘main event’ do show numerado em Nova York (EUA). Portanto, com mais dois dos melhores atletas da categoria com compromissos agendados, as portas para um possível ‘title shot’ podem se abrir ainda mais para o inglês.