Kron Gracie revela como voltou a comer carne vermelha

Além da excelência no jiu-jitsu e da disseminação da modalidade pelo mundo, a família Gracie é conhecida também pela dieta que leva o nome do clã. E, embora seja seguida por grande parte dos descendentes de Hélio e Carlos, também há quem divirja da prescrição alimentar — sem, porém, deixar de ser saudável. É o caso de Kron Gracie, que estreia no UFC neste domingo (17), enfrentando Alex Caceres em um evento realizado na cidade de Phoenix (EUA). Em entrevista exclusiva à Ag. Fight, o peso-pena (66 kg) explicou quais seus hábitos nutricionais e revelou que voltou a consumir carne vermelha — mas apenas em casos muito específicos.

O lutador de 30 anos contou que, durante muito tempo, a única proteína animal que ingeria era peixe. Com esta exceção, seguia o vegetarianismo. Atualmente, entretanto, o especialista na arte suave entende que as carnes industrializadas, com processos de produção em massa, não merecem o consumo — o que não acontece, por exemplo, quando um de seus amigos consegue caçar um alce.

“A minha dieta é saudável. Eu acho que é o jeito de definir. Eu não tenho nenhuma regra sinistra: acho que como as coisas que meu corpo precisa na hora que precisa. A princípio eu não como carne, não como frango, peito de peru, não como animal que vem de uma fazenda. Mas se fosse um animal que não viesse de uma fazenda e eu caçasse, eu não iria ter um problema com comer. Se fosse um alce que um amigo ou eu caçasse, eu não teria um problema de comer”, explicou.

“Eu só não apoio comer vaca da fazenda, frango da fazenda, esses animais que têm uma energia muito baixa, porque são muito maltratados. Então, para mim, eu fui vegetariano só comendo peixe durante anos, mas agora, hoje em dia, eu não tenho problema comendo animal se for… Eu também não vou comer animal todo dia, né. Eu vou comer muito pouco. Mas eu não sou contra comer a esse ponto”, completou o atleta.

Kron vai levar o sobrenome da família Gracie pela primeira vez ao octógono desde Roger, que lutou em 2013 como peso-médio (84 kg). O filho de Rickson tem quatro lutas profissionais de MMA em seu cartel, estando invicto. Três de suas vitórias, incluindo a mais recente, contra o veterano Tetsuya Kawajiri, ocorreram no ringue da organização japonesa Rizin.

Se ganhar de Caceres, Kron colocará o clã como vencedor em uma luta do Ultimate pela primeira vez desde o UFC 4, em 1994. Depois do último triunfo de Royce Gracie, que lhe rendeu o título daquele torneio, Renzo, Roger, Rolles e o próprio Royce perderam seus duelos no octógono mais famoso do mundo.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *