Kron Gracie não resiste a Swanson e é derrotado na decisão dos jurados no UFC Tampa

Sem vencer há quatro combates, Cub Swanson voltou a sentir o gosto da vitória no Ultimate. Após uma batalha de três rounds, o americano foi estratégico na parte em pé, fugiu da luta de solo e venceu Kron Gracie, neste sábado (12), no co-main event do UFC Tampa, por decisão unânime dos jurados. Dessa maneira, o lutador tirou a invencibilidade do brasileiro no MMA, que segue com cinco vitórias na modalidade.

A luta

A luta começou com Kron não fugindo da trocação com Swanson. Porém, o americano abusou de uma bela movimentação, deixando o brasileiro sem encontrar a distância correta para atacar. Cub também foi mais preciso nos golpes, principalmente quando focava na parte do tronco do faixa-preta de jiu-jitsu.

No segundo round, os dois partiram para a trocação franca, andando para frente, desferindo golpes e quase sem nenhuma defesa. No assalto, Kron já conseguiu se aproximar para tentar usar sua luta agarrada, mas ainda sem tanta efetividade.

No último round, Swanson seguia melhor na parte em pé, mas solto nos golpes. Kron tentava chegar perto, chamar para a guarda, mas não tinha sucesso, com o americano sempre escapando. Na parte final, com ambos os lutadores cansados, foram para o tudo ou nada. O Gracie até levou a luta para o solo, mas não manteve a posição.

Pedalada da vitória

Niko Price não demorou muito tempo para voltar a vencer no Ultimate. Após ser derrotado Geoff Neal, na sua última luta, o americano conseguiu um triunfo em grande estilo. Ainda no primeiro round, o atleta, que estava no chão e sofrendo com a pressão de James Vick, acertou uma pedalada e nocauteou o adversário na hora, que caiu apagado.

Confira os resultados do UFC Tampa até o momento:

Cub Swanson venceu Kron Gracie por decisão unânime;
Niko Price venceu James Vick por nocaute no primeiro round;
Amanda Ribas venceu Mackenzie Dern por decisão unânime;
Matt Frevola venceu Luis Peña por decisão dividida;
Eryk Anders venceu Gerald Meeschaert por decisão dividida;
Ryan Spann finalizou Devin Clark no segundo round;
Mike Davis venceu Thomas Gifford por nocaute no terceiro round;
Alex Morono venceu Max Griffin por decisão unânime;
Deiveson Figueiredo finalizou Tim Elliott no primeiro round;
Marlon Vera venceu Andre Ewell por nocaute técnico no terceiro round;
Miguel Baeza venceu Hector Aldana por nocaute técnico no segundo round;
Marvin Vettori venceu Andrew Sanchez por decisão unânime;
JJ Aldrich venceu Lauren Mueller por decisão unânime.