Iraniano banido do wrestling é liberado para UFC após imbróglio contratual com liga russa

Um imbróglio entre atleta e organizações pouco comum deu o que falar recentemente. Mesmo sob contrato da ‘ACA’ (Absolute Championship Akhmat), Amir Aliakbari se comprometeu com o UFC e assinou com a liga mais famosa do planeta. Ao saber da atitude do peso-pesado, a liga chegou a bater pé e manter o lutador em seus quadros, mas, neste fim de semana, anunciou que abriu mão do iraniano, para que ele siga seu caminho no esporte (veja abaixo ou clique aqui).

Campeão mundial de wrestling em 2010, o atleta ficou famoso por ter sido banido do esporte. Aliakbari foi flagrado em dois exames antidoping. Na primeira infração, o iraniano foi apenas suspenso. No entanto, após cumprir a pena, o peso-pesado testou positivo novamente e foi impedido de competir a modalidade olímpica de forma definitiva. Desde então, o lutador migrou para o MMA.

Amir assinou seu contrato com a liga russa em dezembro de 2017, e nele constava que o atleta teria que realizar quatro combates. Desde então, o iraniano entrou em ação três vezes pela ACA, com uma luta ainda a ser feita. No entanto, mesmo com sua pendência contratual, o peso-pesado aceitou a oferta para competir pelo Ultimate, mas sem antes pagar o preço de sua atitude.

“Durante as pré-negociações entre nossa organização e a equipe de Amir, sua equipe ofereceu uma compensação para a liga ACA pelo término precoce de contrato. O fundador da liga, Mairbek Khasiev, decidiu liberar o lutador de suas obrigações não cumpridas. A compensação oferecida pelo time de Aliakbari será doada para a caridade”, declarou Alexei Yatsenko, presidente da ACA.

Em sua conta no Instagram, o peso-pesado iraniano já se identifica como lutador do UFC. No entanto, Amir ainda não teve seu primeiro compromisso com a nova organização oficializado. Durante sua trajetória como profissional, Aliakbari soma dez vitórias e apenas uma derrota.

 

Ver essa foto no Instagram

 

@YatsenkoAlekseyMMA: “ACA has released @AmirAliakbari60 from his contract” ⠀ Iranian MMA fighter Amir Aliakbari has been released from his contract with ACA ⠀ In the spring of 2019, Amir Aliakbari announced that he had signed a contract with the UFC, whilst still having a valid contract with the Russian league ACA. The Aliakbari contract, under which he was to set to complete four fights in the organization, was signed in December 2017. In the organization, the Iranian had three fights, winning over Shelton Graves, Daniel Omelyanchuk and Denis Smoldarev. ⠀ “During the pre-trial negotiations between our organization and Aliakbari’s management, the latter were offered compensation to the ACA league for early termination of the contract. The founder of the league, Mairbek Khasiev, decided to release the fighter from his unfulfilled obligations. The compensation offered by the Aliakbari team will be donated to charity, ”said ACA League President Alexei Yatsenko.

Uma publicação compartilhada por ACA MMA (@aca_mma) em