Greg Hardy defende Dana White e fala em “extinguir o problema” Juan Adams

Greg Hardy fará nova apresentação no octógono do UFC neste sábado – Divulgação

O confronto entre Greg Hardy e Juan Adams promete ser um dos mais apimentados do ‘UFC on ESPN 4’, neste sábado (20), nos Estados Unidos. Não bastasse a potência física dos pesos-pesados, ambos seguem se alfinetando através da imprensa, e apesar do ex-jogador da NFL negar ter algo pessoal contra o oponente, esse não parece ser o caso.

Adams chegou a criticar Dana White, presidente da companhia, e pediu a luta contra Hardy há algum tempo. ‘The Kraken’ reclama da trajetória do rival dentro da organização, considerada fácil por ele, com adversários que teriam sido escolhidos a dedo para aumentar o apelo público em cima de Hardy.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, ‘The Prince of War’ defendeu o cartola e demonstrou confiança, apesar de indicar que não estudou muito o adversário. De acordo com Hardy, ele apenas fará o seu trabalho, indicado pelo chefe Dana White.

“Eu apenas dei uma rápida olhada no jogo dele. Eu o vi reclamando do meu chefe, Dana, e isso me incomoda. Ele reclamou que o UFC não atendia seus pedidos, e como uma pessoa que chegou e conquistou o respeito, eu sinto uma responsabilidade de enfrentá-lo, extinguir o problema e seguir em frente”, afirmou.

Hardy explicou que não leva para o pessoal, mesmo que o oponente tenha citado seu passado problemático com acusações de violência doméstica. O rival, inclusive, utilizou uma hashtag nas mídias sociais xingando o ex-jogador de futebol americano, que pareceu não se abalar e garantiu que usará Juan Adams apenas como uma escada em sua trajetória na companhia.

“Sou rico demais, bonito demais e estou me divertindo demais para levar isso para o lado pessoal. Acho que a única coisa que vai sair desta história é o fato de que vou provar que ele é apenas uma escada para mim. Vamos limpar o nome dele da história”, concluiu.

Greg Hardy, de 30 anos, possui um cartel de quatro vitórias e uma derrota na curta carreira, enquanto Adams, de 27 anos, tem cinco triunfos e um revés. Os dois já lutaram duas vezes pelo UFC, com uma vitória e uma derrota para cada.