Gilbert ‘Durinho’ admite erro em derrota no UFC: “Saí da estratégia”

Gilbert ‘Durinho’ fará seu retorno ao octógono no dia 8 de dezembro, no Canadá – Diego Ribas

Empolgado pelos dois nocautes consecutivos em lutas anteriores no UFC, Gilbert ‘Durinho’ partiu confiante para cima de Dan Hooker em seu último combate, no dia 7 de julho. No entanto, a opção do brasileiro especialista em jiu-jitsu de encarar de frente um experiente striker de alto nível foi claramente equivocada, o que ficou comprovado com o nocaute anotado ainda no primeiro round.

Passados dois meses do revés, em entrevista à reportagem da Ag. Fight, ‘Durinho’ admitiu que saiu da estratégia planejada para a luta. Porém, já com a próximo desafio agendado no Ultimate, o peso-leve (70 kg) brasileiro tentará não repetir os erros do último duelo, quando chegou a sofrer três knockdowns de Hooker, o que obrigou o árbitro a interromper o confronto com menos de três minutos de disputa.

“Acho que acontece. Faz parte da minha evolução como atleta. Eu já revi a luta, a gente apontou os erros que eu cometi ali. Foi ruim porque é amargo o gosto da derrota, mas todo atleta já perdeu. Era um cara muito duro e quando acertei ele, meio que saí da estratégia. Quis nocautear ele ao invés de continuar com a estratégia, quis fazer trocação, acabei me expondo, entrou um golpe e foi isso”, descreveu.

‘Durinho’ encarará o canadense Olivier Aubin-Mercier no dia 8 de dezembro, em Toronto (Can). Antes disso, porém, o carioca colocará a sua especialidade à prova no evento de jiu-jisu Gracie Pro, que acontecerá no último final de semana de setembro, no ginásio do Maracanãzinho.

“Mas agora já estou com vontade de voltar, minha luta vai ser dia 8 de dezembro, no UFC 231, lá no Canadá, então assim que acabar o Gracie Pro já vou começar o camp. O Gracie Pro conciliou o tempo certinho. Uma semana depois de eu lutar, já entro no camp de treinamento. Logo depois da minha derrota eu já estava me planejando para lutar em dezembro e está tudo no esquema”, explicou.

Aos 32 anos, ‘Durinho’ vinha de boa sequência de vitórias antes de perder seu último duelo. Com nocautes sobre Jason Saggo e Dan Moret, o brasileiro estaria cotado a figurar no ranking de sua categoria caso também vencesse Dan Hooker. No entanto, com o revés, seu terceiro na carreira, o brasileiro continua fora da lista dos 15 melhores atletas da divisão dos leves. Além de tais derrotas, o carioca conta ainda com 13 triunfos em seu cartel profissional como atleta de MMA.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.