Georges St-Pierre revela que UFC barrou luta contra Khabib Nurmagomedov

Georges St-Pierre anunciou o final de sua carreira no MMA – Diego Ribas

O ex-campeão dos pesos-médios (84 kg) e meio-médios (77 kg) do UFC, Georges St-Pierre, anunciou a aposentadoria na última quinta-feira (21) e pôs fim aos rumores sobre o possível duelo contra Khabib Nurmagomedov. Apesar disso, GSP revelou que, assim como o russo, ele também tinha interesse no confronto, que não teria saído do papel por esbarrar nos interesses do próprio Ultimate.

Em entrevista coletiva realizada em Montreal (CAN), St-Pierre rasgou elogios ao atual campeão dos leves (70 kg), de quem garantiu ser fã. De acordo com GSP, uma vitória sobre Nurmagomedov, que está invicto no MMA com 27 triunfos, consolidaria ainda mais o seu legado como lutador. No entanto, como o UFC não entrou em um acordo com os lutadores, ‘Rush’ optou por se retirar dos octógonos e trocar o papel de possível rival pelo de torcedor do atleta russo.

“Na fase em que estou na carreira, a coisa mais empolgante é também a mais assustadora: lutar contra um adversário que parece invencível. E Khabib é esse cara agora. É por isso que eu queria lutar contra ele. Era uma luta que poderia elevar meu legado. Infelizmente, são necessários dois lutadores e a organização para fazer a luta acontecer. (…) Eu desejo sorte a Khabib. Sou um grande fã. Acho que ele é o melhor lutador em atividade, e estou ansioso para ver a sua próxima luta”, ressaltou, de acordo com transcrição do site ‘MMA Junkie’.

Aos 37 anos, esta foi a segunda vez que St-Pierre anunciou que penduraria as luvas. Em 2013, ele também declarou que se aposentaria, logo após defender com sucesso o cinturão dos meio-médios, em duelo contra Johny Hendricks. Depois de ficar quase quatro anos sem competir, GSP retornou ao Ultimate no final de 2017, quando finalizou Michael Bisping e conquistou o titulo dos médios.

No entanto, Georges não chegou a defender o cinturão, pois, logo depois de conquistá-lo, teve que se afastar dos octógonos devido a problemas de saúde. Ao longo da carreira profissional como lutador de MMA, St-Pierre somou 26 vitórias e apenas duas derrotas – para Matt Hugues, em 2004, e Matt Serra, em 2007.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *