Gastelum revela dificuldade de se motivar para luta contra Adesanya; entenda

Kelvin Gastelum não entrou em ação no card da Austrália – Jon Roberts/ Ag Fight

Em fevereiro deste ano, Kelvin Gastelum disputaria a luta mais importante de sua carreira. No entanto, a saída de Robert Whittaker no dia do UFC 234 fez com que o sonho de brigar pelo cinturão linear dos pesos-médios (84 kg) fosse adiado. E, agora, para chegar na mesma situação em que se encontrava dois meses atrás, o americano terá que superar outro adversário – situação que o desmotivou de certa forma.

Afinal de contas, Gastelum se preparou durante meses em um camp para disputar o título e não teve ao menos a chance de entrar em ação. Agora o atleta da ‘Kings MMA’ terá de superar o jovem Israel Adesanya neste sábado (13) para se credenciar novamente a um duelo contra Whittaker. O combate contra ‘The Last Stylebender’ será o ‘co-main event’ do UFC 236 e premiará o vencedor com o cinturão interino da divisão até 84 kg.

“Eu fiquei muito devastado mentalmente, fisicamente e tudo mais. Estava esgotado com tudo que aconteceu. Foi difícil para mim me motivar novamente. Foi complicado reprogramar minha mente, mesmo tendo um adversário perigoso pela frente. Foi bem difícil achar motivação, demorou algumas semanas para retomar o meu foco”, admitiu Kelvin em entrevista ao site ‘MMA Junkie’.

No entanto, ao menos de acordo com Gastelum, essa fase passou. O lutador se declarou “1000% pronto” para o combate que está por vir contra Adesanya. Em caso de vitória, Kelvin provavelmente será escalado contra Whittaker novamente. A previsão é de que o campeão australiano esteja apto para lutar e defender seu cinturão novamente no segundo semestre.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *