Neste sábado (18), Conor McGregor retorna aos octógonos do UFC após mais de um ano afastado. E como já era de se esperar, desde que anunciou sua volta à ativa, diversos lutadores prontamente demonstraram interesse em enfrentar o falastrão. Afinal de contas, o irlandês é, possivelmente, o maior astro da companhia atualmente. Desta forma, a equipe da Ag Fight separou possíveis nomes que podem vir a cruzar o caminho de ‘Notorious’ nesta nova fase de sua carreira – Diego Ribas
Começando, claro, por Donald Cerrone. O veterano será o lutador a dar as 'boas-vindas' a Conor em seu retorno. O confronto entre os dois servirá como luta principal do UFC 246, com sede em Las Vegas (EUA) - Diego Ribas
Outro que não poderia faltar na lista é Khabib Nurmagomedov. O russo é talvez o principal alvo de McGregor nesta nova fase, já que o irlandês foi derrotado categoricamente pelo campeão peso-leve (70 kg) do Ultimate em sua última aparição - Diego Ribas
Polêmico, assim como Conor, Nate Diaz é outro forte candidato a cruzar o caminho do irlandês. Os dois já se enfrentaram duas vezes, com uma vitória para cada lado. Uma eventual trilogia seria garantia de sucesso nas vendas do show - Diego Ribas
Do ponto de vista desportivo, o atleta que se mais se destaca entre os pesos-leves como um rival à altura para Conor é Justin Gaethje. Dono de um estilo de luta empolgante, o americano já desafiou o astro irlandês em inúmeras oportunidades - Reprodução/Instagram
Jorge Masvidal também tem trocado farpas com McGregor. Um duelo entre os dois ganhou força após o irlandês demonstrar interesse no cinturão 'BMF' (atleta mais durão), hoje em posse de 'Gamebred' - Scott Garfitt
Caso Conor decida se manter competindo entre os meio-médios, outro lutador em iminente rota de colisão é Kamaru Usman. O nigeriano é o campeão da categoria até 77 kg e já provocou 'Notorious' publicamente - Diego Ribas
Outro nome de peso na disputa é Floyd Mayweather. O pugilista já derrotou Conor em uma disputa de boxe em 2017. E os rumores de um novo encontro aumentaram ainda mais depois que 'Money' abandonou a aposentadoria e anunciou uma futura parceria com Dana White, presidente do UFC - Diego Ribas
Outro desafeto que Conor coleciona no Ultimate é Rafael Dos Anjos. Os dois já foram escalados para se enfrentarem em 2016 pelo título dos pesos-leves. Mas na ocasião o brasileiro lesionou o pé e se retirou do card. Três anos depois, o confronto foi estudado com sede no Brasil, mas o acordo não chegou a ser oficializado em contrato - Diego Ribas
Ex-campeão interino dos leves, Dustin Poirier também pode cruzar o caminho de McGregor em busca de revanche. Em 2014, Conor nocauteou o americano e se aproximou ainda mais de um duelo contra José Aldo pelo cinturão - Reprodução/Instagram
Correndo por fora está o brasileiro Charles 'Do Bronx'. Em ascensão no Ultimate, mas sem o mesmo renome dos demais listados anteriormente, o especialista em jiu-jitsu já veio à público pedir por uma luta contra o astro irlandês que, segundo ele, alavancaria sua popularidade no UFC - Leandro Bernardes/PxImages