‘Rei do caos’! Relembre as 10 maiores polêmicas de Conor McGregor

Conor McGregor é um dos maiores lutadores da história do UFC. Desde a sua estreia no octógono, em abril de 2013, o irlandês acumulou diversos recordes no currículo. Mas nem só de coisas boas vive o peso-leve (70 kg). Em meio a muitas conquistas, o ‘Notorious’ também se envolveu em diversas polêmicas. Veja as dez maiores confusões protagonizadas pelo lutador! – Diego Ribas
No final do media day do UFC 223, nesta quinta-feira (5), os lutadores presentes no evento deixavam o local quando McGregor e alguns amigos arremessaram latas de lixo, grades e outros objetos na van que fazia o transporte dos atletas. Depois do ocorrido, o lutador foi preso pela polícia de Nova York (EUA) e segue sob custódia – Reprodução/Twitter
Em novembro passado, o irlandês marcou presença no Bellator 187 para torcer para um amigo. Depois da vitória do companheiro de treinos, McGregor não se conteve e invadiu o cage do evento. Ao tentar ser retirado pelo árbitro da luta, o campeão dos leves ainda tentou ser violento, mas foi segurado pelos seguranças que estavam no local – Reprodução/Instagram
Quando se trata de torcer por amigos, o campeão dos leves não economiza. Em outubro passado, o irlandês polemizou quando seu companheiro de treinos, Artem Lobov, foi derrotado por Andre Fili. Nos bastidores do UFC Polônia, McGregor consolou o russo com comentários racistas e homofóbicos em relação ao americano – Diego Ribas
Em relação as provocações, McGregor também sabe como ser ofensivo. Antes da luta com José Aldo pelo título dos penas (66 kg), em 2015, o Notorious roubou o cinturão do brasileiro durante uma das coletivas de imprensa que fizeram juntos. A mesma coisa aconteceu antes dele enfrentar Eddie Alvarez, em novembro de 2016 – Diego Ribas
Conor também sabe como causar nas redes sociais. Em agosto de 2016, após publicar fotos em que aparecia armado e com máscaras de esqui, o atleta foi investigado pela polícia irlandesa. Essa não foi a primeira vez que o irlandês divulgou nas suas mídias fotos com armas de grosso calibre – Reprodução/Instagram
Uma das polêmicas mais conhecidas do irlandês foi antes do UFC 202, em agosto de 2016. Depois que McGregor se atrasou para uma promoção do evento, Nate Diaz se retirou do encontro com os jornalistas bastante irritado, o que deu início a uma verdadeira batalha entre as equipes dos lutadores, que arremessaram garrafas de água a energéticos entre si – Leandro Bernardes
A superluta de boxe contra Floyd Mayweather, em agosto passado, teve muitas polêmicas protagonizadas pelo campeão do UFC. Em uma das promoções do evento, o pugilista acusou McGregor de fazer comentários racistas – Diego Ribas
Ainda nas promoções da superluta de boxe, McGregor não economizou xingamentos à produtora responsável pelo evento. No tour de imprensa, o irlandês criticou a companhia Showtime e ainda disparou ofensas ao presidente da empresa e à organização – Leandro Bernardes
Dana White ficou bastante insatisfeito com a postura de McGregor antes do UFC 223. Mas essa não foi a primeira vez que o presidente do Ultimate se irritou com o seu maior atleta. O irlandês estaria escalado para um confronto contra Nate Diaz na edição 200 do show, em julho de 2016, porém o Notorious se recusou a participar de eventos com a mídia para esse show e foi retirado do card pelo cartola – Diego Ribas
Outra polêmica protagonizada pelo irlandês envolveu uma Igreja Batista nos Estados Unidos. Durante uma entrevista coletiva, McGregor disse que seria um deus. Sem gostar de como o lutador se intitulou, o pastor da igreja pediu, em um culto, que um raio acertasse o Notorious – Diego Ribas

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.