Cinturão do UFC! Veja 10 brasileiros que podem se tornar campeões em 2018

Apesar do começo difícil para os lutadores brasileiros no início de 2018, alguns atletas podem ter a oportunidade de conquistarem o cinturão de suas categorias ainda esse ano. E Jéssica 'Bate-Estaca' está nessa lista e fará sua primeira atuação no ano no UFC Orlando. A brasileira vem de vitória contra a compatriota Claudia Gadelha e se mantém como número dois do ranking oficial da divisão peso-palha (52 kg), abaixo apenas de Joanna Jedrzejczyk e da campeã Rose Namajunas, que disputam o título em abril. Se a americana for bem-sucedida em sua defesa, é provável que Jéssica seja a próxima desafiante da fila... - Rigel Salazar
Na luta principal do UFC Charlotte, Ronaldo 'Jacaré' conquistou a primeira vitória do MMA nacional este ano. Com esse resultado, o brasileiro se manteve como o número dois do ranking, mas ainda não será o próximo que enfrentará Robert Whittaker pelo cinturão dos médios (84 kg). O australiano primeiro precisa se recuperar de uma grave infecção e, então, está cotado para enfrentar Yoel Romero - o número um do ranking. - Florian Sadler
Um brasileiro que parece estar com o caminho mais livre para uma disputa de cinturão é Rafael dos Anjos, pela divisão peso meio-médio (77 kg). Depois de vencer Robbie Lawler, em dezembro passado, e chegar em sua terceira vitória consecutiva, o número dois do ranking oficial é cotado para ser o próximo desafiante de Tyron Woodley. No entanto, o atual campeão garantiu que não se impressionou com a atuação de RDA e opinou que o atleta deveria ter mais um combate antes de lutar pelo título - Florian Sadler
Na terceira colocação do ranking oficial dos pesos-pesados, Fabrício Werdum viu os lutadores acima dele fracassarem nas suas oportunidades de conquistar o cinturão. O brasileiro já pediu para ser o próximo desafiante, mas ainda não foi escalado para enfrentar Stipe Miocic. Enquanto isso, 'Vai Cavalo' será o main event do UFC Londres, em março, já que o atual campeão se prepara para uma superluta contra Daniel Cormier - Diego Ribas
Amanda Nunes já é a campeã dos galos (61 Kg), mas a 'Leoa' não está satisfeita com apenas um título em suas mãos. Desde dezembro passado, a lutadora vem pedindo por uma superluta com Cris 'Cyborg', que depois de algumas semanas aceitou o desafio. No entanto, a campeã dos penas (66 kg) defende seu posto no UFC 222 e Amanda deve competir na edição 224 do show, adiando o confronto entre. Para enfrentar Cyborg, a campeã dos galos irá subir de divisão e poderá se tornar a primeira lutadora a conquistar dois títulos de categorias diferentes simultaneamente - Diego Ribas
Caso vença Cat Zingano no UFC 222, em março, Ketlen Vieira pode se tornar a próxima da fila para enfrentar Amanda Nunes pelo cinturão dos galos (61 kg). Atual número cinco do ranking, a brasileira conquistou o seu espaço na divisão sem sofrer nenhuma derrota em suas nove lutas como profissional. É possível que Ketlen não lute imediatamente com a atual campeã, já que uma superluta com Cris 'Cyborg' está em aberto no futuro de Amanda - Reprodução/Facebook
Depois de vencer no UFC 221, Jussier 'Formiga' chegou a sua segunda vitória consecutiva e pediu para disputar o cinturão ainda no octógono. Na quarta colocação do ranking, o brasileiro viu todos os lutadores acima dele enfrentarem o atual campeão, Demetrious Johnson, e falharem, o que o torna um bom candidato para a disputa na divisão peso-mosca (57 kg) - Felipe Castello Branco
Embalado com três vitórias consecutivas, Raphael Assunção pode estar perto de enfrentar TJ Dillashaw pelo título dos galos (61 kg). No entanto, o atual campeão está interessado em descer de categoria e fazer uma superluta com Demetrious Johnson. Caso o duelo não saia do papel, é provável que o brasileiro precise esperar que Dominick Cruz tenha a sonhada oportunidade antes dele - Diego Ribas
Apesar de Glover Teixeira ser o segundo colocado do ranking oficial dos meio-pesados (93 kg), o brasileiro deverá esperar por uma chance de disputar o cinturão até o final do ano. O próximo compromisso do atual campeão é a superluta com Stipe Miocic, em julho. Depois disso, Daniel Cormier deverá enfrentar Alexander Gustafsson, que é o primeiro da fila na divisão e venceu Teixeira em maio passado. Mas se tratando de UFC, nunca se sabe... - Erik Englehart
Caso Jéssica 'Bate-Estaca' falhe na sua disputa de cinturão, a próxima da fila deve ser Claudia Gadelha, que terá uma chance de reencontrar o caminho de vitórias em junho, no UFC 225. Apesar de ter sido derrotada pela compatriota, Claudinha protagonizou uma batalha com Bate-Estaca em setembro passado, que ganhou o prêmio de 'Luta da Noite' do UFC Japão. - Marcelo de Jesus

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.