Francis Ngannou duvida de faixa-preta de Junior ‘Cigano’ no jiu-jitsu

Francis Ngannou deve disputar o cinturão caso derrote Junior ‘Cigano’ – Ag Fight

Apesar de o jiu-jitsu não ser a especialidade de Junior ‘Cigano’, o ex-campeão dos pesos-pesados do UFC é faixa-preta da modalidade desde 2012, quando recebeu a honraria das mãos do mestre Yuri Carlton. Apesar disso, Francis Ngannou – que enfrentará o brasileiro no dia 29 de junho, em Minneapolis (EUA) – duvidou da titulação do rival.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Ngannou não só questionou a faixa-preta de Cigano, como também garantiu que é um boxeador melhor do que o brasileiro. Atual segundo colocado no ranking da categoria dos pesados, o camaronês deve ter a chance pelo cinturão caso derrote o ex-campeão dos pesados, que aparece em terceiro na lista dos melhores lutadores da categoria.

“Eu não acredito na faixa preta de jiu-jitsu do ‘Cigano’. Eu não sei de onde ele é, mas eu não acredito nisso. E eu não me importo com isso. (…) Mas você nunca sabe com o que o lutador vai fazer. Estou sempre pensando que ele pode tentar a luta agarrada ou uma queda, mas não é a sua zona de conforto”, ressaltou, antes de eleger o seu boxe como o melhor da divisão.

“Não sei. Ele pode tentar de tudo. Mas o mais importante é que estou preparado para tudo. (…) Sou o melhor pugilista da categoria peso-pesado e vou provar isso no dia 29. Ele é um boxeador muito bom, mas vou ter que mostrar que sou melhor do que ele”, projetou.

Aos 32 anos, Ngannou soma, até o momento, um cartel profissional com 13 vitórias e três derrotas. Já Cigano, três anos mais velho, acumulou 21 triunfos e cinco reveses em seu retrospecto como atleta de artes marciais mistas.