Fominha! De olho no cinturão do UFC, Thiago ‘Marreta’ fará sexta luta em 12 meses

Thiago ‘Marreta’ fará sua terceira luta seguida como meio-pesado – Dan Wainer

A temporada de 2018 de Thiago ‘Marreta’ foi para lá de movimentada, com direito a cinco combates. No entanto, se o brasileiro pudesse voltar no tempo, ele provavelmente faria tudo de novo. Afinal de contas, a assiduidade acima da média – neste sábado ele completa seis duelos em apenas 12 meses – fez com que o carioca passasse de um peso-médio (84 kg) com pouca visibilidade para uma das principais revelações dos meio-pesados (93 kg) do UFC.

E, neste sábado (23), Marreta pode virar realidade na divisão até 93 kg. Mas em seu caminho está possivelmente o maior desafio de sua carreira até então: Jan Blachowicz. O polonês, atual número 4 do ranking, vem embalado por quatro vitórias seguidas no evento. Por isso, os dois farão a luta principal do UFC Praga – que marca a primeira passagem da organização na República Checa.

Mas se o adversário pela frente é grande, a recompensa em caso de vitória pode ser maior ainda. Caso vença de maneira convincente, não seria nenhum exagero apontar o brasileiro entre os postulantes ao cargo de desafiante ao título que hoje pertence a Jon Jones. Afinal de contas, desde que subiu de categoria, Marreta tem se mostrado um atleta ainda mais potente – com duas vitórias por nocaute.

Para analisar as chances de Marreta, basta se atentar para o atual desafiante ao cinturão. Anthony Smith tentará destronar ‘Bones’ no UFC 235, no início de março. E, apesar de ter se credenciado para o combate, ‘Lion Heart’, como é conhecido, foi nocauteado pelo brasileiro em fevereiro de 2018, quando ainda competiam entre os médios. Portanto, não é exagero dizer que Thiago está próximo de ter a sua chance.

Já no ‘co-main event’ da noite, Marcos ‘Pezão’ terá um grande desafio pela frente – literalmente. Isso porque o peso-pesado enfrentará Stefan Struve: o gigante holandês de 2,10 m. Mais três brasileiros completam a lista dos atletas que defenderão as cores verde e amarela em Praga: Klidson Abreu, Michel ‘Trator’ e Diego Ferreira, em duelos que prometem ação do início ao fim.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *