Floyd Mayweather desdenha de possível revanche contra Conor McGregor

Mayweather se aposentou e decidiu fazer apenas combates de exibição – Diego Ribas

Floyd Mayweather parece mesmo estar satisfeito com a aposentadoria do boxe profissional. Concentrado em apenas fazer exibições nos seus termos, ‘Money’ deu de ombros para a possibilidade de uma revanche contra Conor
McGregor — o que o irlandês cogitou com aparente empolgação na última quarta-feira (6).

Em entrevista ao site ‘TMZ’ dentro de uma boate de Las Vegas (EUA), o americano mostrou-se mais interessado em mostrar às câmeras um relógio cravejado de brilhantes do que em comentar a declaração de Conor. Mas, diante da insistência do repórter em relação a ‘Notorious’ e a um novo confronto contra Saúl ‘Canelo’ Alvarez, o ex-pugilista rapidamente minimizou a ideia.

“Ninguém pode me vencer. Todos vocês sabem disso”, respondeu. Depois de mais alguns momentos de exibição de seu acessório, ‘Money’ desdenhou. “Todos querem uma revanche comigo. Floyd está invicto. Todos nós sabemos disso”, disse.

Mayweather encerrou a carreira com 50 vitórias em 50 lutas profissionais. A última delas foi justamente contra McGregor, em agosto de 2017, nocauteando o irlandês — que fazia sua estreia no boxe. Já ‘Canelo’ foi derrotado por Floyd em 2013, quando o mexicano tinha apenas 23 anos de idade. Em dezembro de 2018, ‘Money’ fez um combate de exibição contra Tenshin Nasukawa no Rizin, derrotando o japonês por nocaute técnico no primeiro dos três rounds do duelo.