Felder responde Edson Barboza e sugere trilogia em luta de cinco rounds

Na última terça-feira (10), Edson Barboza se pronunciou, através de suas redes sociais, contra a decisão dos juízes que culminou em sua derrota para Paul Felder no UFC 242. Inconformado, o peso-leve (70 kg) declarou inclusive que entrará com um pedido formal junto ao Ultimate para que o resultado seja revertido a seu favor. E não demorou muito para que seu adversário respondesse ao questionamento do brasileiro.

Em publicação em sua conta oficial no ‘Instagram’ (veja abaixo ou clique aqui), Felder respeitosamente discordou da opinião de Barboza, e explicou os motivos que o levam a crer que sua vitória foi justa. Apesar disso, o americano deixou em aberto a possibilidade de um novo duelo contra o brasileiro. Com uma única condição, que o combate ocorra na luta principal de algum evento do Ultimate e, com isso, seja disputado em cinco rounds. Já que, em sua opinião, Edson estava a ponto de desistir ao final dos três assaltos no último sábado (7).

“Sobre a luta e o que parece ter se tornado uma decisão controversa entre os fãs. Foi uma guerra. Uma luta equilibrada entre duas pessoas habilidosas que queriam finalizar um ao outro. Eu tenho respeito por Edson. Nós dois vamos lá e lutamos para entreter os fãs. Dito isto, eu andei para frente a luta inteira, eu joguei golpes a luta inteira, eu nunca amarrei o combate, se ele me golpeava, eu golpeava de volta, durante a luta inteira. Quando ele me derrubou, ele levou prejuízo. Eu nunca cansei ou diminui meu ritmo. Eu fui cortado por uma cabeçada, Edson foi cortado em razão dos golpes. Ambos colocamos nossos corpos para passar por tanta coisa, que qualquer um que saísse derrotado ficaria compreensivelmente chateado, mas os números não mentem. Se precisarmos lutar novamente, eu ficaria feliz em fazê-lo, mas essa trilogia precisa ter cinco rounds porque alguém estava prestes a quebrar (no sábado) e esse alguém não era eu. Se os fãs ou Edson precisam de um final claro para isso, então é luta principal ou nada”, sentenciou Paul Felder.

Edson Barboza e Paul Felder já haviam se enfrentado em julho de 2015, com vitória do brasileiro por decisão unânime dos juízes. Com o resultado negativo contra o americano, o peso-leve brasileiro acumula agora quatro derrotas em suas últimas cinco lutas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

I’ve been spending the last few days with my little girl. These fight camps take me away from her and I notice after every fight she has grown up a little more. I’m thankful that I can do what I love and provide for her… she is my “why”. As for my fight and what seems to have turned into a controversial decision amongst fans.. It was a war… a close fight between 2 skilled people that wanted to finish each other. I have nothing but respect for Edson. We both go out and put on fights to entertain the fans… With that said, I will say this… I walked him down the entire fight, I threw at him the entire fight, I never stalled the entire fight, if he landed, I landed… the entire fight. When he took me down, he took the damage… the entire fight. I never gassed or slowed my pace the entire fight. I got cut due to a head butt, Edson got cut due to strikes. Both of us put our bodies through so much during that fight that whoever came out with the loss would understandably be upset but the numbers don’t lie. If we need to run it back I would be happy to, but this trilogy needs to be 5 rounds because someone was about to break and that someone was not me. If the fans and Edson need a clear ending to this then it’s main event or bust. #irishdragon @mhpstrongusa @gymkingfightdivision @coachdukeroufus @suckerpunchent

Uma publicação compartilhada por Paul Felder (@felderpaul) em