Ex-campeão mundial de boxe é algemado após se desentender com motorista; entenda

O ex-campeão mundial de boxe Adrien Broner voltou a se envolver em problemas. Após ser acusado de homofobia e de não pagar uma dívida milionária na joalheria, o lutador agora foi algemado por supostamente golpear o carro de um motorista que buzinou enquanto ele atravessava uma das avenidas mais movimentadas de Miami (EUA), a Collins Avenue, no último sábado (23).

De acordo com o site ‘TMZ Sports’, Broner estava acompanhado do pugilista campeão mundial Gervonta Davis e teria chamado a atenção de policiais ao discutir com o motorista do veículo. E, supostamente por não respeitar a advertência dos representantes da lei para se acalmar, Adrien foi algemado. Apesar disso, parece que ele não teve maiores problemas, já que teria sido liberado em seguida. Mesmo com o contratempo, o site conta que o boxeador seguiu com a programação da noite e foi à boate Exchange Miami.

Na semana passada, por meio de publicação nas redes sociais, Broner ameaçou atacar ou até mesmo atirar em homossexuais que se aproximassem dele. Já no fim de 2018, o pugilista foi acusado de não pagar uma dívida que somava mais de um milhão de dólares (cerca de R$ 3,7 milhões) em uma loja de joias.

Aos 29 anos, Adrien Broner já conquistou o cinturão em três das principais entidades: Organização Mundial de Boxe (WBO), Conselho Mundial de Boxe (WBC) e Associação Mundial de Boxe (WBA). Conhecido como ‘The Problem’, o americano soma, até o momento, um cartel profissional de 33 vitórias, quatro derrotas, um empate e uma luta sem resultado.