Ex-campeão do UFC é acusado de agredir esposa e ameaçar irmão gêmeo

Matt Hughes é ex-campeão meio-médio do UFC – Reprodução/ Instagram

Matt Hughes entrou para o Hall da Fama do UFC em 2010, após conseguir o feito de conquistar duas vezes o cinturão dos meio-médios (77 kg) da organização. Apesar de estar afastado do octógono desde 2011, o ex-lutador viu novamente seu nome aparecer nos holofotes nesta terça-feira (26). Desta vez, entretanto, o destaque foi de maneira negativa, já que ele recebeu ordens de restrição por, supostamente, ter agredido a esposa e o irmão gêmeo.

De acordo com documentos judiciais obtidos pelo site ‘TMZ Sports’, o lutador está obrigado a se afastar da esposa e dos filhos a uma distância de, no mínimo, 150 metros. Segundo a reportagem, a primeira agressão do ex-lutador foi em 2017, quando Audra Hughes não permitiu que Matt dirigisse o carro poucos meses depois de ter sofrido um acidente que lhe causou dano cerebral. Na ocasião, em junho de 2017, o ex-campeão dos meio-médios teve seu caminhão atingido por um trem, o que quase lhe causou a morte.

De acordo com o site, Audra contou que estava no chuveiro, quando Matt pediu as chaves do carro. “Eu disse a ele que não daria (a chave) a ele porque ele não deveria dirigir devido à DAI (lesão axonal difusa)”, explicou. Diante da recusa, o americano teria sufocado a esposa e pedido a ela a senha do cofre de armas da família. Com a nova resposta negativa, ele teria batido a cabeça da mulher contra a parede do banheiro.

Segundo o ‘TMZ Sports’, Matt agrediu novamente a esposa no final de 2018, desta vez na frente dos filhos do casal, após Audra acusá-lo de enviar mensagens para outras mulheres. Ainda de acordo com o relato, Matt também recebeu uma ordem de restrição em relação a seu irmão gêmeo, Mark Hughes. Isso porque, em setembro de 2018, o ex-campeão do UFC teria agredido verbalmente o sobrinho de 15 anos, após acusá-lo de dirigir seu trator.

O irmão de Matt, no entanto, afirmava o contrário. E, uma semana depois do ocorrido, Mark encontrou a região em que estava o trator encharcada com gasolina, o que levou a acreditar que o ex-campeão meio-médio tinha a intenção de colocar fogo no veículo. Deste modo, o gêmeo do lutador entrou, no dia seguinte, com o pedido de ordem de restrição, para que o Hall da Fama do UFC não pudesse se aproximar nem dele e nem de sua família.

Hoje com 45 anos, Matt Hughes venceu 45 das 54 lutas de MMA que realizou como profissional, em 1998. Apesar de estar fora de atividade desde setembro de 2011, o ex-lutador anunciou a sua aposentadoria oficial do octógono apenas em janeiro de 2013. Na ocasião, logo em seguida, ele assumiu o cargo de Vice-Presidente de Desenvolvimento de Atletas e Relações Governamentais do UFC, cargo que ocupou até 2016, quando o Ultimate mudou de dono.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *