Ex-campeão do UFC decide encerrar contrato antes de renovação: “Disposto a assumir o risco”

Eddie Alvarez é ex-campeão peso-leve (70 kg) do Ultimate e do Bellator MMA – Diego Ribas

Ex-campeão dos leves (70 kg) no UFC, Eddie Alvarez fará no próximo sábado (28) a última luta de seu contrato com a organização. Em entrevista ao programa ‘The MMA Hour’ da segunda-feira (23), o lutador americano explicou mais detalhes do porquê de esperar o resultado do seu próximo combate antes de renovar — ou não — com o Ultimate.

Alvarez está desde 2014 no Ultimate, aonde chegou após ganhar o cinturão do Bellator. Já na maior organização de MMA do planeta, o peso-leve venceu grandes nomes da sua divisão, como seu conterrâneo Anthony Pettis e o brasileiro Rafael dos Anjos, de quem Eddie tirou o cinturão do UFC em 2016. Em seguida, ainda no mesmo ano, o americano perdeu o título da categoria para Conor McGregor.

O evento em que ocorreu o combate contra o irlandês rendeu uma das maiores arrecadações da história da empresa. ‘The Underground King’ afirmou ao ‘The MMA Hour’ que considerou que a proposta de renovação do UFC fizesse jus ao seu valor, e por isso preferiu esperar pelo desfecho da sua próxima luta.

“Eu não acho que exista qualquer razão para não fazer isto. Se me fosse dado o suficiente, em que eu pensasse ‘Ei, não vale a pena correr o risco’, eu diria ‘Ok, eu não vou me arriscar aqui, está tudo certo, é isso que eu mereço, então vamos manter assim’. Mas eu realmente não recebi uma oferta boa o suficiente para não correr o risco que estou disposto a assumir”, contou.

De acordo com o americano, os valores oferecidos até então já estão próximos do quanto ele almeja receber. Durante a entrevista ele revelou, inclusive, que no passado se precipitou e deixou de arrecadar mais por causa disso — erro que não quer repetir.

“Nós apenas não chegamos lá ainda. Eu sei que com o UFC, você nunca sabe quando terá um acordo, mas eu sou paciente. Aprendi a esperar, porque, no passado, eu me adiantava e talvez perdesse muito dinheiro com isso. Eu acho que o que é justo é justo. É uma coisa muito individual quanto cada lutador merece ser pago. Eu acho que eu trago muito valor e, quando luto, arrecado muito dinheiro para a empresa e deixo muitos fãs empolgados. Eu só quero que dividam comigo um pouco mais do que fazem hoje. É apenas isto”, revelou.

Alvarez tem encontro marcado com Dustin Poirier no UFC Calgary, neste sábado (28). Será a segunda vez que eles se enfrentarão. O primeiro combate foi interrompido pelos juízes ainda no segundo round, após Eddie aplicar joelhadas ilegais, e acabou sem resultado. Além da luta não contabilizada, o ex-campeão possui 29 vitórias e cinco derrotas em seu cartel profissional como lutador de MMA.

 

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.