Empresário revela que Yoel Romero processará Comissão Atlética

Yoel Romero perdeu por decisão dividida para o australiano Robert Whitakker – Diego Ribas

A novela envolvendo a pesagem da luta principal do UFC 225, em Chicago (EUA), parece não ter fim. A polêmica aconteceu após Yoel Romero exceder o limite estipulado em uma libra (cerca de 450g). De acordo com as regras da Comissão Atlética do Estado de Illinois, o atleta teria duas horas extras para alcançar o limite oficial e confirmar a disputa pelo cinturão.

Entretanto, de acordo com a equipe do cubano, a diretora responsável reduziu esse prazo para apenas uma hora. Nancy Illg não se sentiu confortável e interrompeu a desidratação do lutador, apesar dos médicos terem dado o aval para continuar o processo. Yoel acabou pesando 0,2 libras (cerca de 90g) acima do limite da categoria em sua segunda e última tentativa e perdeu o direito de disputar o título.

Em participação no programa ‘The MMA Hour’ dessa segunda-feira (11), os irmãos Kawa, empresários de Yoel Romero, externaram sua frustração e explicaram o ocorrido. “Vamos processá-los. Vou mandar a papelada em breve. Está saindo provavelmente esta semana”, disse Malki. Já seu irmão Abe, contou que estava no plano deles fazer uso dessas duas horas para bater o peso sem muito prejuízo ao cubano. “Todo o plano era usar essas duas horas. Então, tudo o que fizemos a partir desse ponto no corte de peso foi usar essas duas horas extras que nos restavam”.

Após a pesagem cerimonial do evento, Yoel Romero transferiu a culpa para a Comissão organizadora: “Fiquei com um pouquinho mais de peso, mas não foi minha culpa, podia ter batido normalmente. O erro foi feito pela Comissão. Me deram duas horas para bater o peso, mas com 45 minutos cortando o peso, me tiraram. Se me dessem as duas horas, eu bateria o peso”, desabafou o lutador para a imprensa presente no ‘United Center’.

Além do ter perdido a chance de disputar o cinturão, o cubano também foi derrotado na luta pelo seu rival Robert Whittaker. Como se não fosse o bastante, Romero perdeu 20% do valor de sua bolsa e também não recebeu o bônus de 50 mil dólares (R$ 185 mil) pela luta da noite.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.