Empresário de Khabib descarta Ferguson e aponta ‘GSP’ como próximo oponente do russo

Khabib Nurmagomedov está invicto em sua carreira no MMA após 28 lutas – Diego Ribas

Na coletiva de imprensa após o UFC 242 – evento no qual Khabib Nurmagomedov finalizou Dustin Poirier e defendeu o cinturão peso-leve (70 kg) –, Dana White – presidente do Ultimate – confirmou que, a princípio, Tony Ferguson seria o próximo desafiante ao título do russo. No entanto, Ali Abdelaziz – manager do campeão – tem outros planos. Ao site ‘TMZ Sports’, o empresário afirmou que Georges St-Pierre seria o oponente ideal para seu cliente.

Questionado sobre as recentes críticas feitas por Ferguson ao estilo de luta de Khabib, Abdelaziz desdenhou do americano, que ocupa a primeira posição no ranking dos leves. De acordo com ele, um confronto contra ‘GSP’ faria mais sentido, tanto financeiramente, quanto para o legado do russo. Apesar de ter pendurado as luvas, St-Pierre já declarou que um duelo contra Nurmagomedov o faria repensar a aposentadoria e subir novamente no octógono do Ultimate.

“Ninguém liga para o que Tony (Ferguson) diz. Até onde sei, ‘GSP’ é o próximo. É isso que eu quero. Tony não terá o que ele quer. Nós teremos o que Khabib quer, e se ele me ligar e disser que quer Georges St-Pierre, Georges St-Pierre será o próximo. Eu sei que Georges quer lutar com Khabib. Se você for comparar com Tony Ferguson, ele bateu um monte de caras, mas nunca foi um campeão”, explicou Ali Abdelaziz, antes de completar.

“Se Khabib quiser lutar pelo seu legado, uma luta com St-Pierre será enorme. Eu acho que uma luta entre Khabib e Georges St-Pierre fará muito mais dinheiro e terá mais manchetes. As pessoas vão se interessar mais. É uma luta para saber quem é o melhor de todos os tempos”, completou o empresário.

Logo após a defesa de título de Nurmagomedov no último sábado (7), Conor McGregor utilizou suas redes sociais para pedir uma revanche contra o russo, e indicou que aceitaria enfrentá-lo em seu país natal. Ao comentar a publicação de ‘Notorious’, Abdelaziz foi categórico ao negar veementemente a possibilidade de seu cliente enfrentar novamente o desafeto irlandês.

“(Nós) Não estamos interessados. Para que? Nós já batemos nele, espancamos a b*** dele. Conor é como uma ex-namorada azeda, que não consegue mais ninguém. É isso que ele é. Ele é irrelevante. Você ouviu o que Justin Gaethje disse. Ele não é uma boa pessoa. O trem passou para ele. Nós não queremos passar por essas m*** do Conor novamente”, finalizou Ali Abdelaziz.

Caso o Ultimate mude de opinião e aceite o confronto entre Khabib e St-Pierre, o empresário do russo declarou não ter dúvidas de que o canadense, ex-campeão das categorias meio-médio (77 kg) e médio (84 kg), consiga bater o peso para um combate na divisão dos leves. Abdelaziz sugeriu ainda que a disputa aconteça no Canadá, em uma arena com capacidade para 60 mil torcedores, e de preferência no começo de 2020.