Empresário de Johnny Walker estima que lutador se recupere de lesão em 30 dias

Johnny Walker está invicto no UFC, com três vitórias – Leandro Bernardes/Ag Fight

Para alívio dos fãs, Johnny Walker não deve ficar muito tempo afastado dos octógonos do UFC por causa da lesão no ombro sofrida ao comemorar a vitória no evento do último sábado (2), em Las Vegas (EUA). Isso porque, de acordo com Lucas Lutkus, empresário do lutador, a expectativa é de que o meio-pesado (93 kg) carioca seja liberado para voltar à atividade no prazo de um mês.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Lutkus revelou que Walker sofreu apenas uma leve lesão no ombro e que estará pronto para retornar aos treinos em 30 dias. Ainda de acordo com o empresário, a contusão que o lutador teve ao se jogar no chão do octógono para celebrar o terceiro nocaute consecutivo se chama ‘Lesão de Hill-Sachs’.

A comemoração inusitada de Johnny rendeu críticas até mesmo de Dana White, presidente do UFC, que, durante coletiva de imprensa após o evento do último final de semana pediu que o brasileiro não volte a se arriscar de tal maneira. Além disso, Walker foi suspenso medicamente por seis meses pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC), mas poderá ter o tempo fora dos octógonos reduzido, caso os médicos o liberem após ressonância magnética do ombro esquerdo.

Aos 26 anos, Johnny já aparecia em 15º lugar no ranking dos meio-pesados antes mesmo de se apresentar nesse final de semana. E, com o novo nocaute – o terceiro consecutivo -, é provável que ele suba algumas posições na próxima atualização da lista. Ao longo da carreira profissional como atleta de MMA, Walker somou, até então, 17 triunfos e três derrotas no cartel.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *