Zé Colmeia estreou no octógono do UFC com vitória – Arquivo pessoal

Após dois adiamentos das datas de suas lutas, Rodrigo ‘Zé Colmeia’ finalmente estreou no Ultimate e em grande estilo. No último sábado (16), o peso-pesado finalizou Dontale Mayes no UFC Jacksonville no segundo round e manteve sua invencibilidade de agora oito lutas na carreira. Com a sensação de dever cumprido depois de uma grande atuação, o ex-integrante do ‘Contender Series’ mira voos maiores dentro da liga.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, o mineiro revelou que sua estratégia saiu da maneira como ele e sua equipe planejaram. Especialista na arte suave, o lutador adiantou que a intenção era colocar pressão desde o começo do confronto, levá-lo para baixo e colocar em prática o seu jiu-jitsu.

“Treinamos muito isso, porque sabíamos que ele ficava bem desconfortável andando para trás quando era pressionado, fizemos muito isso no sparring e deu o resultado. A gente sabia quando andasse para trás ele se sentiria desrespeitado e ele se perdeu porque não esperava isso. Sabia que ele ia se perder. Treinei muito quedar e dar umas porradas nele. Estou muito feliz com o resultado. Vi na primeira vez que quedei ele no primeiro round vi que ele ficou chapado no chão, que nem uma tartaruga. Na hora que coloquei os ganchos, pensei: ‘Daqui eu não saio não e vou pegar’. É a sensação de trabalho bem feito. Estou muito feliz e vamos para a próxima. Não vamos deixar a peteca cair, porque sei que muita gente está de olho em mim”, contou.

Com o alívio de já ter passado pela seu debute na liga com triunfo, ‘Zé Colmeia’ agora pode planejar com mais calma seus próximos passos. Apesar de ter lutado em maio, o atleta revelou que confia que pode se apresentar mais três vezes em 2020, para cumprir a meta de se colocar entre os melhores dos pesos-pesados.

“Meu plano é entrar para o top 15, então pretendo fazer mais duas ou três lutas para ficar ranqueado, talvez chegar no top 15, top 10 também. Depois disso, eu penso em qual vai ser o próximo passo. Tenho outros planos em mente, mas tenho que concluir esse primeiro para dar o próximo passo. Devo estar voltando a lutar no final de junho ou julho”, explicou o lutador, antes de confirmar quem deseja encarar na sequência.

“O Chase (Sherman) vem de quatro vitórias seguidas, então gostaria de ganhar de um cara que está em ascensão e acredito que seria a luta perfeita para mim nesse momento. Com o jogo certo vamos achar a melhor forma de ganhar. É um dos melhores caras para lutar. Não é um top 15 da categoria, porque não sou ranqueado também, mas e uma luta boa para a minha sequência”, completou.

No MMA profissional desde 2012, Rodrigo ‘Zé Colmeia’ está invicto na carreira após oito combates. Dessas vitórias, o brasileiro não deixou nenhuma com os jurados, conseguindo seis por finalização e duas por nocaute.