Em nova categoria, Pettis surpreende e nocauteia Thompson no UFC Nashville

Anthony Pettis ‘quebrou a banca’ no UFC Nashville – Diego Ribas

Teve surpresa na luta principal do UFC Nashville. Anthony Pettis, maior azarão de todo o card deste sábado (23), conseguiu nocautear Stephen Thompson e estreou nos meio-médios (77 kg) do Ultimate com uma vitória tão marcante quanto improvável. O ex-campeão dos leves (70 kg) vinha em desvantagem quando acertou um ‘superman punch’ que causou o primeiro nocaute da carreira de ‘Wonderboy’.

O primeiro round teve Anthony fazendo pressão, o que é incomum ao longo de sua carreira. A postura era uma reação ao estilo de jogo de Thompson, baseado na distância. Os avanços de ‘Showtime’ até dificultaram um pouco a movimentação de Stephen, mas este continuou a usar seu conhecido bate-e-sai para magoar o rosto de Pettis.

No segundo assalto, a pressão do ex-campeão dos leves já vinha diminuindo, dado o desgaste causado pelos golpes de Thompson. Foi quando Pettis encontrou o golpe salvador e mostrou que seu striking variado e criativo não pode nunca ser subestimado. Acuado na grade, ele esquivou-se de um chute frontal de Stephen e acertou um ‘superman punch cruzado’ que apagou o rival.

A luta co-principal do evento, entre Curtis Blaydes e Justin Willis, aconteceu conforme o esperado. O primeiro, um dos melhores wrestlers da categoria, fez ‘Big Pretty’ de boneco durante grande parte do confronto. Como de costume, Blaydes utilizou o controle posicional e o ground and pound para cansar o adversário e minar sua resistência. Embora não tenha conseguido encerrar a luta antes do gongo final, Curtis deixou claro que está bem acima do nível de Willis.

O momento mais “quente” do combate aconteceu após seu encerramento. Ciente da vitória, Blaydes gritou impropérios em direção a Justin. Tal postura foi resultado de uma intensa semana de ‘trash talk’ por parte de Willis, que havia minimizado o wrestling do rival e, na pesagem, ironizado a presença do pai de Curtis, dizendo que ele não poderia ajudar o lutador dentro do octógono.

Antes, John Makdessi e Jesus Pinedo fizeram uma luta muito frustrante do ponto de vista da movimentação. O primeiro round teve, inclusive, muitas vaias por parte do público da cidade-símbolo da música country americana. No segundo e no terceiro assaltos, o ritmo melhorou, mas a abundância de chutes – poucos realmente efetivos – manteve a plateia irritada. No fim, Makdessi venceu um duelo que deve ter acrescentado muito em seu moral com o Ultimate.

Confira os resultados completos do UFC Nashville:

Card principal
Meio-médio (77 kg) | Anthony Pettis venceu Stephen Thompson por nocaute a 4min55s do 2º round
Pesado | Curtis Blaydes venceu Justin Willis por decisão unânime (30-27, 30-26, 30-25)
Leve (70 kg) | John Makdessi venceu Jesus Pinedo por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Mosca (57 kg) | Jussier ‘Formiga’ venceu Deiveson Figueiredo por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Pena (66 kg) | Luis Peña venceu Steven Peterson por decisão unânime (triplo 30-27)
Mosca feminino (57 kg) | Maycee Barber venceu JJ Aldrich por nocaute técnico a 3min01s do 2º round

Card preliminar
Pena (66 kg) | Bryce Mitchell venceu Bobby Moffett por decisão unânime (triplo 29-28)
Galo (61 kg) | Marlon Vera venceu Frankie Saenz por nocaute técnico a 1min25s do 1º round
Mosca feminino (57 kg) | Jennifer Maia venceu Alexis Davis por decisão unânime (triplo 29-28)
Palha feminino (52 kg) | Randa Markos venceu Angela Hill por finalização (chave de braço) a 4min24s do 1º round
Galo (61 kg) | Chris Gutierrez venceu Ryan MacDonald por decisão unânime (triplo 30-27)
Mosca (57 kg) | Jordan Espinosa venceu Eric Shelton por decisão unãnime (29-28, 30-27, 30-27)